Sherlock: 4ª temporada peca em narrativa mirabolante

sherlock 4 temporada

 

Há alguns meses Sherlock anunciava uma temporada mais sombria do que as já exibidas pela BBC. E, de fato, a promessa foi cumprida.

Para quem não se lembra, no final do terceiro ano da série, Sherlock é obrigado a sair da Inglaterra após assassinar um de seus oponentes até que uma mensagem de Moriarty ecoa pelas ruas de Londres mais uma vez. “Você sentiu a minha falta?”, pergunta o temível vilão ao protagonista.

Assista promo da 4ª temporada de Sherlock

Após três anos de espera, a opção narrativa escolhida pelos produtores da trama provoca, inevitavelmente, uma irritante decepção. Watson (Martin Freeman) se adapta ao nascimento da filha e a vida de casado. Enquanto Sherlock (Benedict Cumberbatch) busca por pistas deixadas pelo principal oponente, que até então considerava estar morto.

Em meio a casos excêntricos, o passado de Mary volta para assombrá-la e o detetive tenta proteger a esposa do melhor amigo de seus erros como agente secreta. Mas a sua prepotência a coloca em perigo e a ela morre logo ao final do primeiro episódio da quarta temporada. E, é claro, o evento muda por completo a relação dos protagonistas.

Produtor nega boato de cancelamento

Para quem assiste aos dois capítulos de Sherlock, o seriado consegue manter a sua trajetória e criatividade intacta. O problema está no terceiro e último episódio da trama, intitulado The Final Problem, em que o telespectador é apresentado a irmã desconhecida de Holmes. Mycroft (Mark Gatiss) conseguiu manter a identidade da personagem em segredo, escondendo Eurus de toda a sua família por anos.

irmã de sherlock holmes

Aparição da irmã de Sherlock não convence

Com uma inteligência extremamente desenvolvida, a personagem não é capaz de manter relações sociais e, por conta disso, é aprisionada em um complexo de segurança máxima durante a sua juventude. E por que Sherlock não se lembra de Eurus? A explicação dada no roteiro é que fatos traumáticos de sua infância fizeram com que ele reprimisse a existência de uma irmã – o que é pouco convincente para quem conhece a genialidade do protagonista.

Além do mais, o capítulo final coloca Sherlock dentro da prisão agora comandada por Eurus. Em um plano diabólico elaborado com a ajuda de Moriarty – sim, ela o conheceu por intermédio de Mycroft! -, o detetive é obrigado a testar suas próprias convicções e a colocar a vida de seus entes queridos em risco para salvá-la de seu própria escuridão.

Entrevista com o elenco de Sherlock

Infelizmente, a grande missão de Sherlock neste ano não convenceu. E faltou um grande vilão para desafiar a sua mente única.

Julia Benvenuto
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e pós-graduada em Jornalismo Cultural pela FAAP. É autora da tese "A Revolução dos Losers: como o seriado americano Glee representa a juventude do século 21".

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Newsletter do Pop Séries!Inscreva-se
+ +