Vikings: 4ª temporada encerra ciclo de forma gloriosa

Vikings - 4 Temporada

 

Vikings teve uma grande missão no quarto ano: despedir-se de seu personagem principal e abrir um arco narrativo que fosse tão consistente quanto o início da saga. E definitivamente, a pressão aumentou pelo fato de que Ragnar Lothbrok é um protagonista sagaz, irônico e extremamente inteligente.

Se nos quatro anos anteriores, Ragnar (Travis Fimmel) teve sucesso e a glória dos deuses, este ano o cenário mudou drasticamente. Ele amargou uma grande derrota em Paris, conviveu com a traição de seu irmão, Rollo, e perdeu a sua embarcação em um naufrágio.

Confira mais notícias da quarta temporada de Vikings

Em passos muito lentos e de forma orgânica, Ragnar foi se despedindo da série como um herói que percebe que seu posto foi superado. Mais do que isso: seu corpo não é mais forte e suas ideias estão ultrapassadas. A sabedoria conquistada ao longo da vida o levou a elaborar um plano de vingança através de sua morte.

vikings 4 temporada

O Bispo Heahmund (Jonathan Rhys Meyers) será o grande destaque da próxima temporada de Vikings

A despedida muito bem conduzida de Ragnar só foi possível pelo fato de que a série conta com personagens coadjuvantes destemidos e corajosos. Lagertha (Katheryn Winnick) mostrou toda sua sede de vingança ao assassinar – pelas costas – a rainha Aslaug. Bjorn mostrou que herdou os conhecimentos de seu pai ao liderar uma expedição ao Mar Mediterrâneo. E Floki aprendeu conhecimentos que vão além de suas crenças.

Vikings: veja promo da 5ª temporada

Sem dúvida alguma, a próxima temporada será em grande parte focada em Ivar, Sem-Ossos. O filho “aleijado” de Ragnar demonstrará toda a sua fúria e perspicácia. Após matar seu próprio irmão, ele tentará impor suas  vontades em Essex e irá liderar o exército de forma nada convencional.

Além do mais, haverá a participação do ator Jonathan Rhys Meyers, que interpreta um bispo empenhado em fortalecer a fé católica na Europa. Com certeza, Ragnar deixará muitas saudades. Entretanto, como um excelente rei, ele deixou sucessores capazes de perpetuar o sucesso dos Vikings.

Amanda Negrini

Jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e pós-graduada em Jornalismo Cultural pela FAAP. Especialista em cultura pop, é autora da tese “A Evolução das cantoras Pop Americanas: a criação de Madonna e a inovação de Lady Gaga”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Newsletter do Pop Séries!Inscreva-se
+ +