8 invenções de Star Trek que já existem

série star trek

É inegável que Star Trek promoveu grandes mudanças socioculturais ao longo dos anos.

A série, conhecida como Jornada nas Estrelas, é sucesso desde a década de 1960 e continua a conquistar até hoje fãs por todo o mundo.

Com o anúncio de um novo show baseado na história intergalática, o Pop Séries! listou as principais invenções do seriado que são realidade no século 21.

Confira:

Tradutor universal. Viajar para países exóticos não é mais uma tarefa impossível. Assim como o super tradutor utilizado no programa, que transformar dialetos alienígenas em inglês, aplicativos já disponíveis no mercado executam a mesma tarefa. Um deles é o Voice Translator da TalirApps, que promete decodificar mais de 71 idiomas (Klingon ainda não é aceito, infelizmente).

invenções star trek

O tradutor universal é uma das ferramentas mais importantes no cotidiano dos personagens da série

 

Tablet. O computador portátil no seriado era utilizado para diversas finalidades: como localizar coordenadas de um planeta ou galáxia ou então para escutar músicas e assistir à vídeos – algo bem próximo do que fazemos atualmente.

– Holodeck. O artefato era utilizado para matar as saudades de casa dos tripulantes da Entreprise ou então reencontrar antigas paixões na forma de hologramas. A Universidade da Califórnia criou um projeto similar, mas ainda em estágio inicial. De qualquer forma, experimentar o mundo virtual não é algo que pertence só a ficção. Hoje em dia, um smartphone e um aplicativo já fazem parte do serviço.

– Broche comunicador. Toda a equipe do capitão Kirk carrega em seu uniforme o utensílio utilizado para as conversas e missões da nave. Atualmente, há modelos diversos no mercado que realizam o mesmo serviço – mas, sem o design arrojado.

star trek invenções

Comunicador utilizado pela tripulação tinha design arrojado

– Inteligência artificial. Na atração, é possível conversar e pedir tarefas complexas de máquinas com grandes QIs. É claro que estamos ainda no estágio inicial com a Siri, nos celulares da Apple, e também com o sistema do Google Now. Mas já é um começo, não?

– Phaser. A arma de luz pulsada era uma das mais utilizadas pelo capitão. Os EUA utilizam um maquinário semelhante desde a guerra do Iraque. Conhecido como “dazzler”,  o armamento emite sinais eletromagnéticos de radiação que podem imobilizar o inimigo.

– Medicina. Imagine receber vacinas e medicamentos sem a necessidade de sofrer com o desconforto de agulhas? Havia uma engenhoca na série que liberava um spray para curar a tripulação de ataques e doenças. Ainda em fase de testes, o Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos EUA, desenvolveu uma tecnologia similar que promete espalhar o medicamento no corpo em milissegundos através da pele.

–  Teletransporte. Quem precisa de aviões quando há uma máquina de transporte à bordo? Estamos longe de concretizar a invenção, mas pesquisador já conseguiram separar prótons de átomos, condição vital para transporte a distância.

 

Julia Benvenuto
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e pós-graduada em Jornalismo Cultural pela FAAP. É autora da tese "A Revolução dos Losers: como o seriado americano Glee representa a juventude do século 21".

1 comentário

  1. Herus

    5 de março de 2017 em 22:11

    Bem, apesar de realmente Star Trek ter utilizado objetos que naquela época não existiam e hoje existem, o artigo está equivocado. O tradutor universal, phaser, teletransporte, inteligencia artificial apareciam sim na série classica do capitão Kirk. Porém broche comunicador, tablet e hollodeck só apareceram na ST NEXT GENERATION dos anos 90.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Newsletter do Pop Séries!Inscreva-se
+ +