Por que 13 Reasons Why toca em uma tema tão importante?

hannah baker

 

Quando Selena Gomez tomou como missão transformar a jornada de uma adolescente em depressão em uma série de TV, a procura pelo parceiro certo para empreitada demorou mais de sete anos.

13 Reasons Why acabou tomando forma na Netflix e, talvez, tenha se tornado o show de maior relevância da plataforma on-line até então.

Assista ao trailer de 13 Reasons Why

Baseason no livro Thirteen Reasons Why, de Jay Asher, o seriado tem como premissa contar a saga de Hannah Baker (Katherine Langford), uma jovem que tem o seu destino selado após ser vítima por inúmeras vezes de bullying em sua nova escola. A protagonista sofre violências de diversas formas: é assedia pelos seus colegas, acusada injustamente por coisas não cometeu e ignorada pelo conselheiro estudantil em sua busca desesperada por ajuda. O destino de Hannah é trágico: a garota tira a sua própria vida, mas deixa seis fitas de áudio explicando os motivos que a levaram ao suicídio.

O seu relato é dado aos seus agressores na esperança que parte de seus atos sejam conhecidos. Para quem as fitas não se tornem públicas, eles devem repassá-las após terminarem. A trama tem início quando Clay Jensen (Dylan Minnette) recebe em sua porta o último desejo da amiga.

Conheça mais lançamentos da Netflix

13 reasons why

Clay tenta descobrir os motivos que levaram a morte da amiga

A partir dai, ele começa a reconstruir os fatos que levaram a decisão de Hannah e a encontrar os responsáveis pela sua morte precoce – mesmo que ela seja apenas parte do motivo.

13 Reasons Why é repleta de trunfos em sua concepção: a adaptação ao livro é justa, o elenco promissor e a mensagem extremamente atual. Talvez por isso tenha encontrado popularidade dentro do catálogo de originais da Netflix, competindo com produções bem mais cobiçadas.

Os Defensores ganha data de estreia

A questão é que série consegue tratar do bullying de uma forma mais real e envolvente do que outros programas do passado. O que leva um adolescente a cometer um ato como este? Como os professores, colegas e pais não perceberam que algo havia de errado? Será que todos nós podemos ser cegos ao sofrimento do próximo? Ao ponto de uma pessoa tirar a sua vida ou então descarregar uma arma em sua escola?

13 Reasons Why inicia o caminho para esta discussão e também de outros males que atingem a juventude. Quando a reputação de uma pessoa pode ser destruída em minutos pelas redes sociais, não é surpresa que relatos de abusos e casos violência nas escolas tenha aumentando tanto no século 21. Com certeza, o show conseguiu passar a mensagem que desejava. Mesmo haja boatos de uma possível segunda temporada, trágica história de Hannah Baker já encontrou o seu propósito.

Crítica da 1ª temporada de Punho de Ferro

Julia Benvenuto

Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e pós-graduada em Jornalismo Cultural pela FAAP. É autora da tese “A Revolução dos Losers: como o seriado americano Glee representa a juventude do século 21”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Newsletter do Pop Séries!Inscreva-se
+ +