Bates Motel cria excelente desfecho alternativo

Bates Motel - Temporada 4

Desde de sua primeira temporada, Bates Motel carregava a importante missão de retratar a adolescência de um dos psicopatas mais famosos do cinema. Mais do que isso: era necessário construir uma versão televisiva consistente para um personagem que ficou conhecido pelas mãos do diretor Alfred Hitchcock.

Se nos primeiros anos do programa houve uma liberdade criativa por parte dos produtores para relatar a obsessão que Norman possuía pela mãe, a quinta e última temporada foi responsável por trazer uma adaptação de Psicose (1960). Como refazer a famosa cena chuveiro em que o protagonista esfaqueia Marion Crane?

Acompanhe mais notícias da quinta temporada de Bates Motel

A solução encontrada foi imprevisível! A cantora Rihanna foi a escolhida para o papel de Marion e sua participação foi ilustrativa. Assim como no longa-metragem, ela apareceu roubando o dinheiro de sua empresa e planejando uma fuga.

bates motel 5 temporada

Marion foi poupada por Norman em Bates Motel

Porém, a narrativa se ampliou ao explorar um caso de traição. Ela era amante de um morador de White Pine Bay chamado Sam Loomis. Inclusive, sua esposa ficou próxima de Norman ao longo dos episódios. No fatídico desfecho, Marion não foi assassinada e Sam foi a vítima escolhida por Norman para ser morto no banheiro.

Norman é preso em Bates Motel

O seriado não poupou o realismo e mostrou que Norman poderia apresentar uma face psicótica ainda mais obscura. O ator Freddie Highmore merece todos os elogios possíveis pela atuação e desenvolvimento do personagem ao durante os anos.

Os criadores também tiveram um grande trunfo ao realizar uma excelente interação entre o protagonista e a Norma – que agora só existia em sua mente. Com a morte da mãe na temporada anterior, Vera Farmiga passou a ilustrar todos os pensamentos doentios de Norman e também o encorajou a cometer diversos assassinatos.

Bates Motel: veja o promo do último episódio da série

Mesmo que Norman tenha se tornado um criminoso impiedoso, foi dado ao personagem o único final feliz capaz de satisfazê-lo. Dylan, que mostrou grande empatia pela doença do irmão, o libertou da vida para que ele pudesse se juntar a sua amada mãe. Com isso, os fãs da série podem ficar orgulhosos de ter investido seu tempo para assistir a uma série tão envolvente e dramática.

Amanda Negrini
Jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e pós-graduada em Jornalismo Cultural pela FAAP. Especialista em cultura pop, é autora da tese "A Evolução das cantoras Pop Americanas: a criação de Madonna e a inovação de Lady Gaga".

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Newsletter do Pop Séries!Inscreva-se
+ +