House of Cards: 5ª temporada destaca perspicácia de Claire Underwood

house of cards 5 temporada

 

A atriz Robin Wright teve razões mais do que plausíveis para questionar a igualdade de salário em relação ao seu companheiro – Kevin Space – em House of Cards. A discussão não é por conta de que as mulheres tem menos valorização financeira do que os homens no mundo do entretenimento, mas também porque a sua personagem é o grande trunfo da quinta temporada do programa.

Acompanhe mais notícias de House of Cards

Nos novos episódios, disponibilizados recentemente pela Netflix, o público acompanhou a trajetória e a ascensão da única pessoa capaz de derrotar Frank Underwood: a sua amada esposa Claire. A trama começa no auge da corrida presidencial pela reeleição de Underwood. Para ganhar a disputa, ele recorre à diversas artimanhas, como abuso de poder e ameaças de terrorismo. Apesar do mecanismo das eleições dos Estados Unidos ser de difícil compreensão, é interessante acompanhar o processo político principalmente após a posse controversa de Donald Trump.

house of cards 5 temporada

Claire se torna mais carismática do que Frank aos olhos dos eleitores

Neste cenário, a então candidata a vice-presidência americana se torna popular não só aos olhos da população, mas também dentro de seu partido político. Com grande destreza, ela manipula Frank e assume o seu posto inclusive como narradora da série, conversando com o espectador.

House of Cards: veja trailer da 5ª temporada

É interessante notar a jornada gélida de Claire para derrubar o seu maior e mais fiel mentor, deixando todos em dúvida em relação às suas verdadeiras intenções. A protagonista, que compartilha o mesmo vício pelo poder de Frank, é capaz de cometer atos cruéis como assassinar o seu amante Thomas Yates.

Apesar de House of Cards utilizar a mesma fórmula de sucesso das temporadas anteriores, abusando de discursos polêmicos e sarcásticos, o quinto ano é válido por destacar que a ambição de Frank está muito além da presidência americana. Megalomaníaco, ela abre mão de sua posição para se dedicar ao setor privado e, junto com sua mulher, traça um plano de dominação da política mundial.

Claire alerta americanos em House of Cards

A única questão que o protagonista não previu é o fato de Claire declarar a sua independência. Além de lhe mandar embora da Casa Branca, ela se nega a concedê-lo o perdão público. Nos próximos capítulos, veremos qual será o comportamento de Frank diante da impotência e da traição. Uma coisa é certa: todos os fãs da série sabem que ele possui uma grande astúcia para elaborar vinganças.

Amanda Negrini

Jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e pós-graduada em Jornalismo Cultural pela FAAP. Especialista em cultura pop, é autora da tese “A Evolução das cantoras Pop Americanas: a criação de Madonna e a inovação de Lady Gaga”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Newsletter do Pop Séries!Inscreva-se
+ +