As três mortes mais tristes da televisão americana
Especiais

As três mortes mais tristes da TV americana

Por 5 de abril de 2014 dezembro 26th, 2017 2 Comentários

Na ficção, a morte surge como uma transformação, promovendo reviravoltas na trama, novas dinâmicas na narrativa, além de causar grandes surpresas e despertar muitas emoções nos espectadores.

O Pop Séries! preparou uma seleção com as três despedidas mais impactantes e dramáticas da televisão americana. Confira abaixo:

Game of Thrones (2011-)

Sem dúvida, o casamento vermelho foi um dos momentos mais surpreendentes exibidos pela série. O Rei do Norte, Robb Stark, decidiu romper uma antiga promessa que fez ao Lorde Walder Frey e casou-se por amor com Talisa. Junto com Lorde Roose Bolton, a Casa Frey promoveu um verdadeiro massacre em uma cerimônia de casamento realizado nas Gêmeas. Na ocasião, Robb (Richard Madden), sua mãe Catelyn Stark, e cerca de três mil e quinhentos vassalos foram brutalmente assassinados.

Confira mais notícias da quarta temporada de Game of Thrones

 

[divide style=”2″]

Lost (2004–2010)

Na terceira temporada, Charlie (Dominic Monaghan) conseguiu desativar o bloqueio de transmissão da estação subaquática Looking Glass e recebeu uma mensagem da namorada de Desmond, Penny. Ela revelou que não possuía nenhum contato com o barco de resgate. Na cena seguinte, Mikhail Bakunin destruiu a parede externa da sala de comunicações e Charlie fechou a porta para salvar Desmond do afogamento. Antes de morrer, ele conseguiu alertar o amigo sobre a situação e escreveu em sua mão “Not Penny’s boat” (em português, “não é o barco da Penny”).

PaleyFest: confira a comemoração dos dez anos de Lost

 

[divide style=”2″]

Grey’s Anatomy (2005-)

George O’malley (TR Knight) havia decido entrar para o exército quando o acidente aconteceu. Para salvar a vida de uma desconhecida em um atropelamento terrível, o médico se jogou na frente de um ônibus. Sem pode falar e com o rosto desfigurado, O’malley foi tratado pelos amigos no hospital, até que conseguiu revelar a Meredith a sua real identidade.

Confira mais notícias da série 

 

Loading...
Amanda Negrini

Amanda Negrini

Jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e pós-graduada em Jornalismo Cultural pela FAAP. Especialista em cultura pop, é autora da tese "A Evolução das cantoras Pop Americanas: a criação de Madonna e a inovação de Lady Gaga".

2 Comments

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do POP SÉRIES. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O POP SÉRIES poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.