Crítica: Fear the Walking Dead
Crítica

Fear the Walking Dead apresenta nova visão do apocalipse zumbi

Por 21 de novembro de 2015 abril 21st, 2016 Sem Comentários
Fear the Walking Dead apresenta nova visão do apocalipse zumbi

 

spoilerQuando Fear the Walking Dead estreou na televisão, os produtores da atração prometeram: não há semelhanças entre o spin-off e The Walking Dead com exceção, é claro, dos zumbis.

Com foco nos primórdios do apocalipse, a trama segue a saga de uma família americana problemática para sobreviver a expansão do vírus na cidade de Los Angeles. O elenco conta com nomes pouco conhecidos, mas consegue cumprir a tarefa de mostrar como cada um de nós reage de maneira diferente frente a uma ameaça mortal.

Dividido entre duas família, o professor Travis Manawa (Cliff Curtis) tenta garantir a sobrevivência dos filhos, da namorada (Kim Dickens) e da ex-esposa (Elizabeth Rodriguez). Assim como Rick, o personagem muda drasticamente a sua moral durante a evolução dos seis episódios e também a sua crença nas instituições públicas. Quando o governo não garante a segurança de seus cidadãos e o medo norteia os seus instintos, como ser fiel as suas crenças sem comprometer as suas chances de enfrentar o fim do mundo?

Fear the Walking Dead

Os zumbis atacam, mas eles não sabem o que está acontecendo. Este é o espírito de Fear the Walking Dead

Neste aspecto, as tramas se tornam muito parecidas – e este é, talvez, o trunfo das histórias criadas por Robert Kirkman. A diferença no enredo está no próprio nascimento dos mortos-vivos. O telespectador, que já esta familiarizado com o desenrolar da história, se vê encurralado em um dilema ético juntamente com os protagonistas, que ainda não sabem que não existe cura para o “vírus zumbi”. A aproximação deles com os infectados é o principal elemento de tensão da trama e que garante cenas de tensão.

Confira o bate-papo que tivemos com o elenco de Fear the Walking Dead

Quando a cidade é tomada pelos zumbis, a ação do exército americano no bairro onde reside Madison e Travis se apresenta como um oásis inesperado. Mas o objetivo das tropas não é garantir a segurança dos habitantes locais e logo os personagens reiniciam a sua jornada para encontrar um lugar seguro. No entanto, Liza (papel de Rodriguez) é ferida durante um confronto e sacrificar a sua vida parece ser a única solução para alcançar a integridade do grupo.

Uma coisa é certa para quem assisti à atração: para sobreviver ao apocalipse é preciso estar disposto a se sacrificar pelo bem-estar dos outros e também aceitar sem excitação algumas ideias um tanto controversas – como se esconder em um barco em alto-mar, bem longe de todo o conflito.

Em sua primeira temporada, Fear the Walking Dead alcançou bons índices de audiência (10 milhões em sua estreia), o que garantiu a sua renovação para o segundo ano pelo canal AMC.

Confira mais notícias do seriado

Julia Benvenuto

Julia Benvenuto

Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e pós-graduada em Jornalismo Cultural pela FAAP. É autora da tese "A Revolução dos Losers: como o seriado americano Glee representa a juventude do século 21".

Sem Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do POP SÉRIES. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O POP SÉRIES poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.