Manhãs de Setembro: Liniker protagonista linda série sobre afeto e família
EspeciaisNotíciasSéries Brasileiras

Manhãs de Setembro: Liniker protagonista linda série sobre independência, afeto e família

Por 24 de junho de 2021 Sem Comentários
manhãs de setembro

Série brasileira estreia no dia 25 de junho no Amazon Prime Video

Cassandra é uma mulher trans que deixou sua cidade natal e decidiu não fazer concessões para ser livre e independente. Tudo muda quando Leide, com quem teve um envolvimento no passado, aparece com Gersinho e afirma que ele é filho da protagonista. Este é o ponto de partida da série Manhãs de Setembro, que estreia no dia 25 de junho no Amazon Prime Video.

O primeiro ponto que conta a favor da série é o fato que a trama não apresenta estereótipos em que trans são retratados, sempre com um olhar marginalizado e em situação de violência. Manhãs de Setembro é um drama familiar baseado no afeto, na resiliência e na esperança.

Assista ao trailer de Manhãs de Setembro 

Para Liniker, que vive Cassandra, a atração cria um imaginário real sobre uma pessoa trans, tendo em vista o país e a sociedade em que vivemos. “Nós podemos ser humanizadas e dignificadas. A responsabilidade está nas pessoas do audiovisual, que realizam produções, criam novos olhares e dão trabalhos. Porque a nossa responsabilidade diária é em tentar sobreviver.”

PUBLICIDADE

Cassandra é uma mulher financeiramente independente que trabalha como motogirl, tem um relacionamento amoroso estável, acabou de alugar sua própria casa e tem uma rede de apoio sólida. “Acho que podemos mostrar o amor, mesmo que o mundo nos aniquile e que a sociedade seja extremamente transfobia e racista.”, afirmou Liniker. “Manhãs de Setembro traz uma visão de futuro que gostaríamos de ter”.

manhãs de setembro

Em Manhãs de Setembro, Cassandra descobre que tem um filho de 10 anos chamado Gersinho (Gustavo Coelho)

Para trazer representatividade, o roteiro foi co-escrito por Alice Marcone, uma mulher trans que deixou Liniker muito confortável para realizar seu trabalho. Além disso, Cassandra será dublada em mais de 200 países por mulheres trans. Outra curiosidade é que apesar de a série ser ambientada em São Paulo os episódios foram gravados no Uruguai por conta da pandemia de coronavírus.

A protagonista tem um detalhe muito importante que permeia a trama. Ela é uma grande admiradora da cantora Vanusa, que fez sucesso no Brasil nas décadas de 60 e 70. Durante os episódios, ela aparece como a voz da consciência da personagem. “Cassandra a tem como um porto seguro e uma bússola. No final das contas, Vanussa é seu porto seguro, ela dá colo para Cassandra diante de todas as violências que ela sofre”, disse a atriz.

Dom: série nacional explora relação entre pai e filho no mundo das drogas

Sobre sua identificação com a personagem, Liniker disse Cassandra a ajudou a ter coragem de ir em frente e marcar o seu espaço. “Ela me ensinou a desejar como há muito tempo eu não desejava”.

Ao todo, Manhãs de Setembro tem cinco episódios de trinta minutos de duração. O elenco conta com a participação de Thomás Aquino, Gustavo Coelho, Karine Teles, Paulo Miklos e Gero Camilo. Há também uma aparição especial da cantora Linn da Quebrada.

Assista ao novo promo da atração:

Manhãs de Setembro – Amazon Prime Video

Amanda Negrini

Amanda Negrini

Jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e pós-graduada em Jornalismo Cultural pela FAAP. Especialista em cultura pop, é autora da tese "A Evolução das cantoras Pop Americanas: a criação de Madonna e a inovação de Lady Gaga".

Sem Comentários

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Pop Séries. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Pop Séries poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.