Reality Shows: o fascínio do público pelo bizarro
Especiais

Reality shows: o fascínio do público pelo bizarro

Por 15 de julho de 2013 setembro 22nd, 2016 Sem Comentários

 

Alana Thompson, mais conhecida pelo apelido de Honey Boo Boo, tem apenas sete anos de idade, mas é famosa por todo os Estados Unidos. A garota tem fixação por porcos e participa, incessantemente, de concursos de beleza infantil. Ela é a protagonista do programa Here Comes Honey Boo Boo, transmitido pelo canal TLC, que retrata a vida de uma família excêntrica de Mclntyre, localizada no interior do estado da Geórgia.

CW cria competição inspirada em Jogos Vorazes

PUBLICIDADE

Os hábitos dos pais de Honey Boo Boo determinaram as peculiaridades da atração. A mãe June Shannon, responsável por comandar os negócios, tem 33 anos e pesa quase 140 quilos. Em alguns episódios apareceu lavando seu cabelo em uma pia de loucas sujas e já afirmou que não tira suas meias perante as câmeras para não mostrar as micoses de suas unhas. O chefe da família, Sugar Bear, um autêntico caipira sulista americano, quase nunca se envolve nos dramas familiares. Além disso, seu inglês é tão impronunciável, que até os americanos precisam de legendas para entendê-lo.

Honey Boo Boo também tem três irmãs mais velhas. Ana, engravidou ainda adolescente e Lauryn também protagonizou cenas surpreendentes no reality show. A principal delas foi participar de uma competição nos Jogos Caipiras, em que ela pegou com a boca pés de porco em uma vasilha.

Em 2012, o reality conquistou cerca de 2,4 milhões de telespectadores e quebrou recordes de audiência do canal TLC. “Nós estamos abrindo as portas de um mundo desconhecido. Oferecemos a oportunidade do telespectador de vivenciar a vida de outras famílias e comunidades”, comentou a gerente de programação do canal TLC, Amy Winter, à Emmy Magazine.

 

Acumuladores

Acumuladores: programa ajuda pessoas a se libertarem da compulsão por bens materiais

 

Here Comes Honey Boo Boo não é o único a ser acusado, principalmente pela crítica americana, de  explorar a autodepreciação e auto-exposição desmedida. My Strange Addiction, por exemplo, é responsável por mostrar a vida de pessoas que possuem hábitos exóticos, como ser viciado em comer papel higiênico, sabão em pó e espuma de sofá. Acumuladores também retrata o hábito de pessoas quem colecionam objetos. Nos episódios, é possível conferir o drama dos participantes que precisam lidar com uma equipe de limpeza em sua casa.

A grande questão levantada por essas atrações é o curioso fascínio do público pelo bizarro. A mídia americana chegou a pedir, em seus veículos de comunicação, que os telespectadores não mostrassem interesse pelos realitys que explorassem a imagem de crianças ou constrangesse pessoas com distúrbios psicológicos. A resposta do telespectador foi completamente oposta. Alguns assistiram devido à identificação com a realidade mostrada, outros rejeitaram totalmente o contexto apresentado. No entanto, ambas as opções, não incluíram desligar a televisão ou mudar de canal.

*Por Amanda Negrini

Pop Séries

Pop Séries

A equipe do Pop Séries! reúne as principais notícias e novidades das séries de TV.

Sem Comentários

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Pop Séries. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Pop Séries poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.