Crítica da primeira temporada de The Affair
Crítica

The Affair: série aposta em paixão doentia e personagens complexos

Por 28 de janeiro de 2015 maio 4th, 2016 Sem Comentários
The Affair: série aposta em paixão doentia e personagens complexos

 

A traição é, talvez, um dos temas mais recorrentes nas séries de televisão americanas. Em qualquer bom drama de ficção, sempre há uma quebra de confiança na história de amor que estava destinada a ser plena e feliz. Então, qual é o grande diferencial de The Affair, seriado que foi contemplado com Globo de Ouro deste ano?

The Affair: confira as primeiras imagens da série

A complexidade na construção dos personagens pode ser a reposta mais adequada. Ambientada em um balneário de luxo perto de Nova York, a atração mostra o envolvimento extraconjugal de Noah Solloway, um escritor frustrado que busca escrever uma novo livro, e Alison Bailey, uma mulher aparentemente simples que vive com a culpa da morte de seu único filho.

The Affair

Nolan (Dominic West) e Alison (Ruth Wilson)

Ao longo dos episódios, foi interessante observar como os protagonistas se envolveram em uma trama repleta de mistérios. Nolan (Dominic West) começou a primeira temporada se revelando um homem fiel e ao mesmo tempo vaidoso diante do flerte de mulheres sedutoras. Pai de quatro filhos, ele foi mostrando um lado egoísta e egocêntrico ao render-se ao amor que nutria por Alison (Ruth Wilson).

A protagonista, por sua vez, manteve uma frieza inesperada ao retribuir os sentimentos por Nolan. Com um comportamento apático e reservado, Rachel encontrou no homem sedutor uma válvula de escape para lidar com sua tragédia familiar. Nem o desespero de seu marido, Cole, diante da traição, foi suficiente para que a jovem desiste de lutar por um recomeço.

The Affair: trailer promove season finale

O interessante será notar qual será o ponto de início do segundo ano do seriado, já renovado pelo canal Showtime. Partindo do pressuposto que o casal, agora, possui uma certa liberdade para viver esse obsessivo romance, os próximos capítulos terão de apresentar uma perspectiva diferente para atrair a atenção da audiência. As apostas giram em torno de mais traições, arrependimentos e situações dramáticas, com uma grande sobrecarga de culpa.

Amanda Negrini

Amanda Negrini

Jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e pós-graduada em Jornalismo Cultural pela FAAP. Especialista em cultura pop, é autora da tese "A Evolução das cantoras Pop Americanas: a criação de Madonna e a inovação de Lady Gaga".

Sem Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do POP SÉRIES. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O POP SÉRIES poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.