Skip to main content

O cancelamento de The Society pegou todos os fãs da série de surpresa. O motivo, de acordo com a Netflix, foi o fato da pandemia de coronavírus ter encarecido os custos das produção e afetado as agendas dos atores e produtores.

Em entrevista a Variety, o criador da atração – Christopher Keyser – revelou detalhes da trama do segundo ano. O novo grupo, comandado por Lexie e Harry, iria sofrer grande resistência dos habitantes de New Ham. Além disso, haveria muitos problemas relacionados à confiança.

“A ideia era promover uma reflexão de como tratamos as pessoas, além de mostrar a criação de um sistema que seria construído por camadas sociais. Isso teria mostraria novas facetas políticas e nossas alianças. Isso traria um tom mais obscuro para o show”.

O universo paralelo também teria destaque na narrativa, uma vez que o season finale do primeiro ano apontou que os protagonistas poderiam estar mortos. “Nós passamos algum tempo nos questionando porque as crianças de West Ham se tornaram as crianças de New Ham. Qual seria a razão para isto e por que eles não conseguem voltar para casa?

Ao longo de 2020, os atores da série também revelaram algumas perguntas que seriam respondidas. Entre elas estava quem seria o pai do filho de Becca.

A primeira temporada de The Society continua disponível no catálogo da Netflix.

Leia mais:   Agatha Harkness de 'WandaVision' ganha própria série

Organize sua maratona com o nosso Planner!

Inscreva-se
Notificação de
guest

0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários