Skip to main content

Personagens de Charles Addams eram considerados exóticos

A Família Addams está de volta a TV com a série da Wandinha, assinada por Tim Burton. Mas ela não foi a única família peculiar a conquistar a fama.

Com seu senso de humor macabro, hábitos peculiares e estética gótica, A Família Addams rapidamente ganhou a fama. Criados pelo cartunista Charles Addams, os personagens têm cativado o público há décadas, desafiando normas sociais e celebrando a individualidade. Desde a beleza encantadora de Mortícia até a devoção inabalável de Gomez, cada membro deste clã excêntrico prova que as aparências podem ser enganosas.

Prepare-se para mergulhar em seu mundo deliciosamente bizarro e descobrir que, apesar de suas peculiaridades, eles são como qualquer outra família – só que com um toque um pouco mais sombrio.

Continua após a publicidade..

Quando a Família Addams surgiu?

A Família Addams fez sua primeira aparição em 1938, quando o cartunista Charles Addams criou uma série de desenhos para a revista The New Yorker. As tirinhas retratavam uma família excêntrica e macabra, que vivia em uma mansão assombrada e tinha um gosto peculiar por tudo o que era sombrio e sinistro.

A família era composta por Gomez Addams, um marido apaixonado por sua esposa Mortícia Addams, uma mulher misteriosa e sedutora; seus filhos, Wandinha e Feioso, que eram igualmente estranhos e adoráveis; o tio Chico, um homem excêntrico e divertido; e a vovó Addams, uma bruxa poderosa e enigmática. A história rapidamente se tornou um sucesso e ganhou uma legião de fãs.

Embora os personagens frequentemente sejam retratados como monstros, eles são pessoas de verdade (esqueça da teoria de vampiros e outros seres macabros!). O termo “monstro” geralmente é associado a algo assustador, maligno e perigoso. No entanto, A Família Addams é tudo menos isso. Embora eles tenham um estilo de vida peculiar e um gosto incomum, eles são, acima de tudo, uma família amorosa e leal.

A ideia principal é que os personagens desafiam as convenções sociais e rompem com as expectativas tradicionais de uma família “normal”. Enquanto a maioria das famílias tenta se encaixar em padrões pré-estabelecidos, os integrantes do clã abraçam sua singularidade e celebra suas diferenças. Eles são um lembrete de que não há uma única maneira certa de ser uma família e que a verdadeira felicidade reside na autenticidade.

A era dos monstros na TV

Alguns anos antes, em 1931, a Universal lançava dois filmes de terror: Drácula e Frankenstein. Ambos exploravam monstros literários do século 19 e deram a eles uma visão um tanto moderna.

Em 1943, Bob Clampett lançava o desenho animado sobre uma família de monstros para a Universal, bem no momento em que os Addams tomavam conta das páginas do jornal americano.

Nos anos 1960, tudo mudou na TV. Depois de uma década dominada pela comédia familiar como I Love Lucy, os sitcoms ficaram fora de moda. A Família Addams e Os Monstros traziam uma nova proposta, que fugia do enredo de bruxas, gênios, alienígenas, cavalos falantes, automóveis possuídos e mais.

O chefe da Universal, Lew Wasserman, queria trazer de volta os monstros clássicos dos estúdios para a televisão. O piloto Os Monstros foi filmado para a CBS no início de 1964 – em cores! No entanto, o show acabou sendo gravado em preto e branco para economizar dinheiro.

A Família Addams estreou pela primeira vez na ABC em 18 de setembro de 1964. Os Monstros seguiu na CBS em 24 de setembro de 1964.

Mesmo que ambas as famílias fossem assustadoras, elas tinham tons visivelmente diferentes. Os Monstros tinham uma trama mais tradicional e pastelão. A Família Addams, no entanto, tinha como produtor Nat Perrin, que garantiu que seu show de monstros tivesse uma vertente de sátira bizarra.

Elas ficaram muito populares, mas a forte concorrência no horário nobre acabou fazendo com que ambas as séries tivessem apenas duas temporadas.

Os shows continuaram populares entre as crianças. Isso levou as famílias a voltarem no formato de longa-metragem: Monstros, Não Amolem! (1966), A Família Addams (1991), A Família Addams 2 (1993) e A Família Addams (2019). Além de animações como em Scooby-Doo (1973) e The Mini-Munsters (1973). Sem falar dos especiais para TV.

Além disso, tanto os Addams quanto os Monstros tiveram revivals com The Munsters Today (1988-1991), que durou 73 episódios, e A Nova Família Addams (1998-1999), que durou 65 episódios.

Qual é o endereço da família de Os Monstros?

Série Os Monstros

Sucesso por gerações

Ao longo dos anos, A Família Addams se tornou um ícone cultural, inspirando inúmeras adaptações e paródias. Sua influência pode ser vista em filmes, séries de TV, quadrinhos e até mesmo em peças teatrais. A história transformou-se em uma marca poderosa e atemporal, que continua a cativar e encantar pessoas de todas as idades.

Uma das adaptações mais icônicas foi a série de televisão dos anos 1960, que trouxe os personagens para um live-action. A produção foi um sucesso instantâneo e levou os Addams para o mainstream. Desde então, eles têm sido objeto de inúmeras adaptações e continua a ser uma fonte de inspiração para muitos criadores.

De filmes a desenhos animados, cada versão trouxe sua própria visão única da família excêntrica. Algumas das adaptações mais notáveis incluem os filmes de 1991 e 1993, dirigidos por Barry Sonnenfeld, que capturaram perfeitamente o espírito e o charme da Família Addams.

Outra adaptação memorável é a série de animação dos anos 1990, que trouxe a família de volta às telas de TV de uma forma totalmente nova. A produção foi um sucesso e conquistou uma nova geração de fãs. Desde então, A Família Addams tem sido adaptada em várias formas de mídia, incluindo jogos de vídeo, livros e até mesmo musicais.

Séries e filmes da Família Addams

Listamos algumas sugestões para quem quer conhecer mais sobre esse universo:

A Família Addams (1964-1966):  foi a primeira adaptação televisiva da Família Addams. A série em preto e branco retratava as aventuras da família em sua mansão assustadora. Carolyn Jones interpretou Mortícia Addams e John Astin interpretou Gomez Addams.

A Família Addams (1991): o filme dirigido por Barry Sonnenfeld foi uma adaptação de grande sucesso. Raul Julia interpretou Gomez Addams, Anjelica Huston interpretou Mortícia Addams e Christina Ricci interpretou a filha Wednesday Addams.

A Família Addams 2 (1993): a sequência do filme de 1991 trouxe de volta o elenco principal. Desta vez, a família enfrenta um advogado desonesto que tenta roubar a fortuna da família.

A Família Addams (1992-1993): a série animada capturou o estilo gótico e o humor peculiar. O desenho apresentava o elenco de personagens da família em várias aventuras.

A Nova Família Addams (1998-1999): a série de curta duração foi uma releitura, com uma abordagem mais cômica.

A Família Addams (2019): o filme animado em CGI trouxe uma nova interpretação. Oscar Isaac dublou Gomez Addams, Charlize Theron dublou Mortícia Addams e Chloë Grace Moretz dublou Wednesday Addams.

Wandinha (2022): é uma adaptação recente e está disponível na plataforma de streaming Netflix. A série é dirigida por Tim Burton e segue a personagem Wandinha Addams, interpretada por Jenna Ortega, em sua adolescência.

Organize sua maratona com o nosso Planner!