Green Book: o Guia mostra excelente reflexão sobre racismo e diversidade
CinemaDrama

Filme ‘Green Book: o Guia’ mostra excelente reflexão sobre racismo e diversidade

Por 23 de janeiro de 2019 março 25th, 2019 Sem Comentários
green book o guia filme

Imagine a seguinte situação: um brilhante pianista negro decide fazer uma turnê pelo Sul dos EUA na década de 1960. Para auxilia-lo, ele contrata um motorista branco, imigrante italiano, para ser seu motorista e eventual segurança. No auge da luta pela igualdade de direitos, os dois desenvolvem uma genuína amizade e lidam com as diferenças e seus preconceitos.

Confira os indicados ao Oscar 2019 

O filme ‘Green Book: o Guia’ estreia nesta quinta-feira (24) em circuito nacional. Protagonizado por Viggo Mortensen e Mahershala Ali, a produção recebeu críticas excelentes e foi indicado em diversas categorias ao Oscar 2019, incluindo melhor filme.

O longa-metragem é baseado em uma história real e  apresenta uma importante reflexão sobre a diversidade. Tony é um homem sabichão que trabalha em clubes de Nova York, sendo conhecido por resolver situações polêmicas com sua boa lábia ou seus poderosos socos. Por outro lado, Dr. Don Shirley é refinado –  cheio de manias e excentricidades – e vive uma realidade muito diferente dos negros americanos da época.

green book: o guia critica

Mahershala Ali é o favorito ao Oscar 2019 de melhor ator coadjuvante

Com diálogos brilhantes, o filme mostra a construção de uma amizade genuína, em que os personagens passam por uma auto transformação. É interessante  observar como Tony é capaz de pronunciar falas racistas sem nenhum tipo de filtro, mas ao mesmo tempo desenvolve uma lealdade e respeito pelo patrão. Comportamento este, que não é o mesmo de nenhum outro personagem branco que acompanha Don Shirley em sua viagem.

Confira a crítica de ‘Vidro’

Ao mesmo tempo, torna-se necessário observar a persistência de um músico que é ovacionado no Norte do país e no exterior, mas insiste em tocar para pessoas que não o vê como igual. Green Book: o Guia torna-se necessário por mostrar como o preconceito, tão latente no nosso cotidiano, pode ser solucionado com conhecimento mútuo e empatia humana.

Assista ao trailer abaixo:

Green Book: O Guia

Amanda Negrini

Amanda Negrini

Jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e pós-graduada em Jornalismo Cultural pela FAAP. Especialista em cultura pop, é autora da tese "A Evolução das cantoras Pop Americanas: a criação de Madonna e a inovação de Lady Gaga".

Sem Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do POP SÉRIES. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O POP SÉRIES poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.