Skip to main content

É impossível para boa parte dos brasileiros imaginar sua vida sem a presença de Hebe Camargo. A apresentadora, que era visita frequente às segundas na TV dos telespectadores, era uma mulher cativante e assertiva em suas opiniões.

Hebe – A Estrela do Brasil, que estreia esse fim de semana nos cinemas, tem como missão mostrar um lado mais íntimo da artista. Não espere só por uma trajetória cheia de plumas e paetês.

Assista ao trailer de Hebe – A Estrela do Brasil

Óbvio que todo o seu glamour esta lá! Com lindas joias, penteados e toda a sua beleza. Porém, o interessante do longa-metragem é mostrar o lado da apresentadora em uma relação familiar com o filho e o marido abusivo.

Além disso, exibir o lado transgressor de uma mulher que não teve medo de expor os seus pensamentos. O filme é ambientado na década de 80, em que Hebe (Andrea Beltrão) passou a dar opiniões políticas sobre o país. Neste período, Ulysses Guimarães ameaçou processa-la e ela também correu o risco de ser presa.

Confira mais lançamentos do cinema nacional

Sua garra para combater o preconceito contra os homossexuais também é digna de aplausos. Sem medo da censura ou do machismo dos diretores das emissoras, ela batalhou para conseguir liberdade em seu programa e um salário digno de seu talento.

Hebe – A Estrela do Brasil é uma oportunidade de,  além de admirar uma figura pública tão querida, refletir sobre como o Brasil teve figuras transgressoras importantes em sua história.

Leia mais:   Qual é a trama de 'Um Lugar Silencioso: Dia Um'?

Organize sua maratona com o nosso Planner!

Inscreva-se
Notificação de
guest

0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários