Skip to main content

Selton Mello e Matheus Nachtergaele voltam a interpretar Chicó e João Grilo

O Auto da Compadecida tornou-se um grande fenômeno cinematográfico nacional desde seu lançamento em 2000. Mais do que isso, o livro homônimo, escrito por Ariano Suassuna, é uma referência literária desde 1955. Após 25 anos de sua estreia, o filme ganha uma sequência que tem estreia prevista para dezembro de 2024.

Na CCXP 23, os protagonistas Selton Mello e Matheus Nachtergaele estiveram em um painel emocionante para divulgar mais detalhes do novo capítulo de Chicó e João Grillo. Desta vez, a narrativa não é baseada na obra de Suassuna, mas o roteiro é assinado por Guel Arraes, Adriana Falcão e João Falcão, os mesmos responsáveis pelo primeiro longa-metragem.

Selton Mello iniciou o evento comentando sobre a decisão de produzir a sequência. “Nós achamos que o Brasil merecia esse reencontro. O roteiro é original e respeita muito o universo do Ariano e isso nos deu coragem e fé na arte de reviver isso tudo e oferecer para vocês.”

Continua após a publicidade..

Matheus Nachtergaele estava muito emocionado e falou sobre a importância dos personagens no cenário cultural nacional. “Eu acho que o João Grilo e o Chicó acabaram ficando na cabeça da gente como lendas vivas. Eles não são só nossos, eles são das pessoas também. Deu um medo e uma atração de voltar. Foi emocionante, forte e deu desejo de amar o Brasil de novo. Deu vontade de ser brasileiro de verdade. É um passaporte direto para a alegria, para nós lotarmos as salas de cinema com um filme brasileiro de novo.”

Leia mais:   Oscar 2024: 'Oppenheimer' é o grande ganhador com 7 estatuetas

Nachtergaele também contou sobre como o público sempre o aborda para relembrar O Auto da Compadecida. “Durante esses 25 anos, mil coisas aconteceram e toda vez alguém me pergunta: ‘Onde está o seu amigo?’. Portanto, eu e Selton somos amigos imaginários das pessoas, e de fato somos grandes amigos. E todo o sorriso que dão para mim nesses 25 anos, tenho certeza que são para o João Grilo. Só isso já é uma loucura.”

A grande novidade do painel foi a divulgação da participação de Taís Araújo como Nossa Senhora. No filme anterior, a personagem foi interpretada por Fernanda Montenegro. Taís comentou que falou com Fernanda sobre a passagem de bastão. “Eu conversei com a dona Fernanda e ela é muito querida. A gente conversou muito sobre a Nossa Senhora e a importância de múltiplas representações. Nossa Senhora tem muitas representações. Óbvio que a Fernanda é a nossa grande dama, a nossa referência de atriz nesse país inteiro. Então, não é uma substituição, porque não dá para substituir a dona Fernanda. Estamos fazendo uma outra representação, como Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora de Guadalupe ou Nossa Senhora das Graças”, disse a atriz.

A sequência conta com o retorno de personagens queridos como Virginia Cavendish, que interpreta Rosinha (a esposa de Chicó), e Enrique Diaz, que vive o cangaceiro Joaquim Brejeiro. Além disso, o elenco tem a participação de Eduardo Sterblitch, Humberto Martins, Fabiula Nascimento, Luis Miranda, Juliano Cazarré e Luellem de Castro.

Leia mais:   Mad Max: Anya Taylor-Joy é Furiosa em filme da franquia

No evento foi divulgado um teaser com as primeiras imagens de O Auto da Compadecida 2, com destaque para o reencontro de Chicó e João Grillo e a aparição da Nossa Senhora. E prepare-se: a dupla tem tudo para encantar os brasileiros novamente!

Organize sua maratona com o nosso Planner!