Skip to main content

Sequências cinematográficas podem despertar sentimentos dúbios. Se por um lado é possível rever personagens e descobrir uma diferente narrativa, há um medo de assistir a um futuro ruim para um filme já consagrado. T2 Trainspotting conseguiu o trunfo de presentar seus fãs com um longa-metragem que honra o clássico cult europeu da década de 1990.

Crítica de Kong: A Ilha da Caveira

A narrativa começa vinte anos depois os últimos acontecimentos, após Mark Renton (Ewan McGregor) enganar seu amigos de infância e fugir com uma grande quantia de dinheiro. De volta à Edimburgo, o protagonista lida com o arrependimento e o sofrimento causado por suas escolhas do passado. Para se redimir, ele decide abrir um bordel ao lado de seu ex-melhor amigo, Sick Boy (Jonny Lee Miller), e tenta escapar da vingança de Begbie (Robert Carlyle).

t2 trainspotting - critica

Turma reunida após 20 anos

O diretor da produção – Danny Boyle – abusa de todas as referências que fizeram Trainspotting ser um sucesso. Cenas arrebatadoras, trilha sonora vibrante e flashbacks que despertam a nostalgia dos dias de insanidade.

Além disso, a trama é consistente ao mostrar os personagens enfrentando problemas mais convencionais do que o vício de drogas. Com o fim da inconsequência, o que se percebe é que todos eles possuem objetivos óbvios e monótonos, como um final feliz ao lado da pessoa amada, a aceitação familiar e uma vida com mais significado.

  Venom 3: filme da trilogia com Tom Hardy ganha data de estreia

Confira mais notícias de cinema

A estreia está programada para dia 23 de março em circuito nacional.

Assista ao trailer abaixo:

 

Organize sua maratona com o nosso Planner!

Inscreva-se
Notificação de
guest

0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários