Skip to main content

Listamos também os bonecos assassinos do cinema

Filmes de terror tem conquistado o público por gerações. Não importa o tema: lobisomens, assassinos em série, palhaços assustadores ou até mesmo possessão demoníaca. 

Continua após a publicidade..

Mas sempre há aquelas produções clássicas que nunca saem de moda. Listamos os nossos filmes favoritos do gênero. E eu te garanto: a sua maratona será arrepiante e inesquecível. 

O Exorcista (1973)

Na história, uma menina de 12 anos é possuída por um demônio e começa a agir de forma estranha. Para salvá-la, sua mãe procura a ajuda de dois sacerdotes para exorcizar o demônio e trazer sua filha de volta. 

Continua após a publicidade..

O Exorcista é um filme intenso com diversas cenas memoráveis e aterrorizantes, que coloca em questionamento a nossa fé em Deus. É considerado até hoje um dos mais assustadores do gênero pelos críticos de cinema. 

O diretor, William Friedkin, não poupou esforços para assustar e chocar o público, que fica com o coração apertado vendo uma mãe lutar com uma força sobrenatural pela vida da filha.

O Silêncio dos Inocentes (1991)

Em O Silêncio dos Inocentes, uma jovem agente do FBI caça um serial killer que esfola suas vítimas. 

Durante o curso de sua investigação, ela recebe a ajuda de Hannibal Lector (Anthony Hopkins), um psiquiatra preso e um assassino canibal. O thriller consegue combinar com maestria temas como o crime e o terror. 

A história é protagonizada por Hopkins e Jodie Foster, que têm uma química inesquecível como Hannibal Lector e Clarice Starling, respectivamente. 

A relação sombria entre os personagem, e o limite entre a sociopatia e a humanidade, conquistam o telespectador sem que a trama precise explorar mortes sangrentas. 

Em 2021, a história ganhou uma versão para série de TV, intitulada Clarice, mas não vingou. Foi cancelada em sua primeira temporada.

Psicose (1960)

Depois de roubar mais de US$ 40.000 de seu empregador, Marion Crane para no Bates Motel, exausta por ter fugido da polícia. Lá, ela conhece o interessante Norman Bates, que gosta de taxidermia e tem uma relação problemática com a mãe. 

Alfred Hitchcock cria um filme aterrorizante e socialmente complexo. A trama alimenta-se do medo do público, do medo da polícia, do medo de um assassino perigoso. 

Anthony Perkins interpreta com maestria Norman, um assassino improvável que vive escondido de todos. O filme é com certeza um clássico sombrio e atemporal. Afinal, que não se lembra da famosa cena em que Norman surpreende Marion com uma faca no banheiro de seu quarto de hotel?

O Iluminado (1980)

Jack Torrence (Jack Nicholson) se torna o zelador de inverno de um hotel no Colorado, na esperança de curar seu bloqueio de escritor. Mas depois que ele e sua família se instalam, Jack começa a descobrir os segredos obscuros do hotel e acaba se transformando em um maníaco determinado a aterrorizar sua família.

Mesmo sendo a típica história da casa mal-assombrada, O Iluminado consegue trazer visões fascinantes sobre o assassinato e loucura, surpreendendo os espectadores a cada cena. 

Jack Nicholson está inesquecível no papel de marido infernal, sendo o personagem mais relembrado se sua carreira. Ele é vitorioso em interpretar uma pessoa que está perdendo a sua sanidade.

É uma pena que este clássico do terror de Stanley Kubrick não tenha ganhando nenhum Oscar. 

A Noite dos Mortos-Vivos (1968)

Um grupo desesperado de pessoas se refugia em uma casa abandonada quando os mortos começam a se levantar de seus túmulos em busca de carne humana para comer. 

Podemos dizer que o filme é o precursor de The Walking Dead, um terror clássico gravado em preto e branco. 

As criaturas descobrem maneiras de entrar na casa e, um por um, os refugiados são assassinados. 

A Noite dos Mortos-Vivos consegue transmitir uma sensação de desespero e perseguição por toda a sua narrativa. É inesperadamente aterrorizante e um trunfo absoluto quando se trata de filmes de terror que emocionam seu público e ainda se sustentam até hoje.

Brinquedos Assassinos

Brinquedos assassinos que matam seus donos ou saem para cometer crimes durante a noite, são muitos conhecidos em filmes e séries de terror. Eles também são os mais assustadores!

Para você que é fã do gênero, preparamos uma maratona com as cinco produções mais marcantes em que o protagonista parece ser um inofensivo brinquedo de criança, mas é na realidade um assassino em série.

Chucky

Começamos a nossa lista com talvez o mais famoso de todos eles: Chucky. O cabelo ruivo, as cicatrizes e o macacão são imagens icônicas que pertencem ao imaginário dos fãs de filmes de terror.

No cinema, após o lançamento de Brinquedo Assassino em 1988, houveram sete sequências. Em 2021, o canal Syfy lançou uma série do boneco. Na trama, Chucky reaparece numa venda de garagem e é comprado pelo jovem Jake. Só que a cidade é agora aterrorizada por estranhos assassinatos. O programa ganhou segunda temporada.

Annabelle

Annabelle, de 2014, é um dos filmes favoritos dos fãs de terror. Produzido por James Wan, o longa é um spin-off de Invocação do Mal. Ele foi inspirado no famoso caso da boneca Annabelle, investigado pelos demonologistas Ed e Lorraine Warren. É o segundo filme da saga.

A maioria dos vilões de terror tem motivações específicas. Annabelle, por outro lado, só quer matar todo mundo. Mesmo que a boneca tenha uma história trágica, ela escolhe descontar sua raiva em qualquer um que esteja em seu caminho.

Em 2017, estreou Annabelle 2: A Criação do Mal. A sequência é ambientada 12 anos antes dos acontecimentos do primeiro longa-metragem. E em junho de 2019 foi lançado o terceiro capítulo da franquia da boneca assina, intitulada Annabelle 3: De Volta Para Casa.

Bonecos da Morte

Puppet Master é uma série de filmes de terror americano que se concentra em um grupo de bonecos a animados por um feitiço egípcio e extremamente perigosos. Eles são representados como heróis, anti-heróis e antagonistas.

O mais assustador deles é com certeza Blade. Ele era um soldado alemão que acabou traindo os nazistas e sua alma acabou presa dentro de um fantoche. O boneco é usado para fins malignos por alguns bandidos diferentes ao longo da série. No entanto, Blade se vinga de seus mestres do mal.

Produzido pela Full Moon, o primeiro longa da franquia estreou em 1989 e foi seguida por dez sequências, além de um crossover com os personagens de Demonic Toys e duas minisséries de quadrinhos.

Jogos Mortais

Jogos Mortais e Gritos Mortais provam que o diretor James Wan tem uma afinidade especial por fantoches aterrorizantes!

No primeiro filme, de 2004, conhecemos Billy, um fantoche usado e controlado por John Kramer para se comunicar com as vítimas de suas armadilhas através da tela da televisão, ou em certas ocasiões, pessoalmente.

Billy tem bochechas rosadas, usa um smoking e tem olhos que atravessam a alma das pessoas. Antes de se tornar o assassino, John criou Billy para ser dado como um presente para seu filho que ainda não havia nascido. Mas a perda da criança o transformou em um serial killer.

O boneco fez várias participações especiais em outros filmes de terror, como em Gritos Mortais de 2007.

Goosebumps

Slappy é um personagem fictício e antagonista da série infantil Goosebumps de 1995. Ele é um dos vilões mais populares, o principal antagonista do livro Night of the Living Dummy e o mascote da franquia. Ele é descrito como um “boneco de ventríloquo com um sério complexo napoleônico.”

O boneco ganha vida com a frase “Você e eu somos um agora”, palavras encontradas em uma folha de papel no bolso da jaqueta de Slappy.

Depois que acorda, ele tenta fazer com que a pessoa que o trouxe à vida o sirva como escravo, e passa a incriminá-lo pelas coisas ruins irá fazer.

Com Jack Black, a história ganhou duas adaptações para o cinema: Goosebumps: Monstros e Arrepios (2015) e Goosebumps 2 – Halloween Assombrado (2018).

Organize sua maratona com o nosso Planner!

Pop Séries

A equipe do Pop Séries! reúne as principais notícias e novidades das séries de TV.