Crítica Sessão de Terapia
Crítica

Sessão de Terapia expõe a complexidade do autoconhecimento

Por 30 de janeiro de 2013 abril 26th, 2016 Sem Comentários

 Sessão de Terapia foi uma das melhores surpresas da televisão paga brasileira em 2012.  Exibido pelo GNT , seriado é baseado na série israelense BeTipul, que também ganhou sua versão americana chamada In Treatment. O formato consiste em episódios de meia hora, em que um paciente fala de seus dilemas a um renomado psicoterapeuta.

A versão brasileira não conta com muitas inovações em relação ao roteiro e aos desfechos das histórias. O diretor Selton Mello adaptou características das personagens para aproximar o telespectador da trama. O personagem Alex, na versão americana, é um piloto de caça que procura terapia, após bombardear uma escola e matar 16 crianças. No Brasil, Breno Dantas é um atirador de elite que é responsável pela morte de um menino durante uma operação numa comunidade carente.

Bianca Muller no papel de Nina Vidal: atriz revelação da série

Bianca Muller no papel de Nina Vidal: atriz revelação da série

Com muita sutileza e sensibilidade, Selton Mello demonstrou seu talento em captar a essência do comportamento humano. Não é a toa que ele tenha escolhido dirigir  uma série tão profunda como Sessão de Terapia. Como em seus filmes “Feliz Natal” e “O Palhaço”, o diretor conseguiu retratar a densidade e a complexidade dos personagens envolvidos.

A boa escolha do elenco também foi primordial para o sucesso da série. ZéCarlos Machado, finalmente, ganhou um papel digno de seu talento. Em sua interpretação como o terapeuta Theo, o ator mostrou o lado humano de um profissional que, além de esforçar-se para ajudar seus pacientes, precisa lidar com o casamento fracassado, com a ausência na educação dos filhos e com a paixão de uma paciente.

Sessão de Terapia proporciona também a oportunidade de reconhecer a competência de atores como Maria Fernanda Cândido, Mariana Lima, Maria Luiza Mendonça e Selma Grei.  Além disso, tornou mais conhecido o trabalho de Sérgio Guisé e revelou o talento de Bianca Muller, no papel da adolescente Nina.

O GNT ainda não confirmou a segunda temporada da série. Caso, Selton Mello decida embarcar novamente nesta experiência tão reveladora, podemos esperar personagens muito intrigantes. Uma advogada bem sucedida que possui problemas de relacionamento; uma universitária com câncer; um garoto de 12 anos que sofre com a separação dos pais e um executivo com síndrome de perfeição.

A sexta-feira continuará sendo dedicada a sessão de Theo com sua terapeuta Dora, em que os problemas enfrentados por ele na primeira temporada influenciarão seu modo de viver e de trabalhar.

 

Loading...
Amanda Negrini

Amanda Negrini

Jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e pós-graduada em Jornalismo Cultural pela FAAP. Especialista em cultura pop, é autora da tese "A Evolução das cantoras Pop Americanas: a criação de Madonna e a inovação de Lady Gaga".

Sem Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do POP SÉRIES. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O POP SÉRIES poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.