The Boys: 10 diferenças entre os quadrinhos e a série do Amazon Prime Video » Pop Séries
Amazon Prime VideoThe Boys

The Boys: 10 diferenças entre os quadrinhos e a série do Amazon Prime Video

Por 14 de setembro de 2020 Sem Comentários
the boys

The Boys estreou na Amazon em 2019 e é uma adaptação dos quadrinhos de Garth Ennis e Darick Robertson. Ennis foi o roteirista de todas as 72 edições publicadas entre 2006 e 2012.

A intenção é mostrar os super-heróis como seres com falhas, que agem a favor dos seus próprios instintos, sem pensar no próximo. Ela também aborda os conceitos da fama e o culto ao estrelato.

Separamos, a seguir, algumas das diferenças entre as HQs e a série.

Confira:

1. Novos Super-heróis

Para dar aos leitores algo novo, The Boys adiciona super-heróis originais à trama. Alguns desses recém-chegados incluem Ezequiel, Mesmer e Translúcido. Eles podem ser novos personagens, mas são baseados em nomes familiares.

O televangelista Ezekiel é uma versão mais agradável ao Oh Father, enquanto Translúcido é a versão da série de Jack From Jupiter – um dos membros originais dos Sete que também tinha pele impermeável, embora não invisível. Mesmer, por outro lado, é um personagem totalmente novo.

Quem são os heróis do Os Sete?

2. Desastre de avião

Depois de não conseguir salvar o vôo 37 sequestrado, Homelander usa o desastre que ele causou para fazer avançar a agenda da Vought International de contratar super-heróis para os militares. Por mais antiético e desprezível que isso já seja, era muito pior nos quadrinhos.

Originalmente, os Sete interceptaram um dos aviões que se dirigiam às Torres Gêmeas durante os ataques de 11 de setembro. Os heróis matam os terroristas, mas falham em tudo o mais, fazendo com que o avião colida na ponte do Brooklyn.

3. Composto V

Com exceção a The Female, Butcher e seus homens não têm poderes. Eles podem ser habilidosos em missões de black ops e manuseio de armas, mas os meninos não têm chance contra os heróis em uma luta justa.

Isso é diferente nos quadrinhos porque eles podem enfrentar qualquer um dos Sete graças ao soro do supersoldado. Já série de TV quis manter o contraste entre seres poderosos e humanos com poucos recursos.

 

4. Madelyn Stillwell

Os Sete podem ser os super-heróis mais poderosos do mundo, mas eles ainda têm que responder ao seu chefe. Seu superior nos quadrinhos é James Stillwell: um executivo corporativo sem emoção e sociopata com nada além do bem-estar de Vought em sua mente.

A série substitui James por Madelyn Stillwell como a responsável pelos Sete. Como a personagem tem um desejo de ser mãe, ela torna-se mais agradável aos olhos do público.

Confira mais notícias da 2ª temporada de The Boys

5. The Deep (Profundo)

Para o horror de Starlight, seu ídolo The Deep acabou sendo uma pessoa terrível que abusou sexualmente dela. Embora o assédio ocorra nos quadrinhos, não foi The Deep o culpado.

O que aconteceu com Starlight foi realmente pior do que na série, onde três outros heróis (A-Train, Homelander e Black Noir) a pressionaram por sexo.

6. Homelander

A versão do Super-Homem em The Boys é um pirralho mimado com os poderes de um deus e uma lista interminável de vícios. Tudo o que ele faz é motivado por seu desejo infantil de ser levado a sério.

Na série, ele é astuto e imprevisível, o que o torna mais perigoso do que nunca. Ele ameaça e manipula as pessoas para fazer as coisas acontecerem do seu jeito, em vez de ter um acesso de raiva. Ele também tem um relacionamento sexual com Stillwell – algo que nunca aconteceria nos quadrinhos, já que ele desprezava os representantes corporativos.

7. The Female

Quando bebê, a personagem acidentalmente comeu um pouco do Composto V. Exceto por Frenchie, ninguém entende o que ela está pensando. Ela também trabalha em meio expediente como assassina da máfia.

Enquanto isso, a série dá a ela uma história de fundo totalmente nova. Em vez disso, ela era uma criança-soldado que foi injetada com o Composto V por seus compatriotas guerrilheiros. Com isso, ela foi um subproduto dos planos de Vought de criar supervilões, pois a empresa enviou o composto para terroristas para aumentar a demanda artificial por super-heróis.

8. Starlight

Embora ela seja ingênua no início, Starlight lentamente se adapta e descobre como lidar com o ponto fraco dos super-heróis.

A série, por outro lado, apresenta uma versão diferente da heroína. Mesmo que a empresa recue, Starlight não demora muito para se manter firme na equipe e ela luta ativamente para manter seu idealismo e dignidade intactos. Como nos quadrinhos, isso ganha o respeito da Rainha Maeve.

9. The Boys

O coração e a alma de The Boys é Hughie Campbell: o recém-chegado que é trazido para a equipe de Butcher depois que A-Train acidentalmente mata sua namorada Robin. Originalmente baseado em Simon Pegg (que interpreta seu pai na trama), Hughie é um garoto bem-intencionado, mas covarde.

Como seu interesse amoroso Starlight, Hughie é mais assertivo na série do que costumava ser. Embora leve oito episódios para desafiar a natureza intimidante de Butcher, isso ainda é mais rápido do que os quadrinhos.

10. Becca Butcher

A maior mudança em The Boys é o destino da esposa de Butcher, Becca. Anteriormente, ela morria após dar à luz o bebê do Homelander.

Já a série a mantém viva. Aparentemente, Vought escondeu sua sobrevivência e, mais importante, seu filho superpoderoso. Os super-heróis não podem se reproduzir biologicamente, possivelmente fazendo do filho de Homelander o primeiro super-herói nascido fora de um laboratório.

Pop Séries

Pop Séries

A equipe do Pop Séries! reúne as principais notícias e novidades das séries de TV.

Sem Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do POP SÉRIES. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O POP SÉRIES poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.