Will Yun Lee diz que 'The Good Doctor' o ajudou a superar a doença do filho » Pop Séries
EspeciaisThe Good Doctor

Will Yun Lee diz que ‘The Good Doctor’ o ajudou a superar a doença do filho

Por 20 de abril de 2021 abril 22nd, 2021 Sem Comentários
the good doctor

A vida do doutor Shaun Murphy passará por grandes mudanças – e também dos outros residentes do hospital San Jose St. Bonaventure.

The Good Doctor é baseada na premiada série sul-coreana, de 2013, com o mesmo nome. Portador da síndrome de Savant, Shaun muda-se para uma cidade do interior e passa a trabalhar em um hospital de prestígio na California. Os seus dons o ajudam a salvar vidas e a se comunicar com seus pacientes. Mas o convívio social com os outros médicos é algo complicado para o personagem.

A terceira temporada (em exibição no canal Sony, na segunda-feira, às 21h) define novos rumos para a vida do protagonista. Somado isso, o público tem que se despedir de um dos médicos mais queridos do seriado.

O Pop Séries! conversou com Will Yun Lee, que interpreta o doutor Alex Park na trama.

PUBLICIDADE

Confira:

POP SÉRIES – Como será a jornada de Alex com a presença de sua família na 3ª temporada?

WILL YUN LEE – Você sabe, obviamente ele lida com alguns dos problemas de pais divorciados. Adoro o que o ator que vive Kellan trouxe para o papel e qualquer coisa pessoal na série humaniza esses médicos. E não vemos isso quando realmente vamos para um hospital de verdade, eles são seres humanos reais e trabalham duro. Vemos os que eles fizeram para chegar lá, fazendo malabarismos com a vida real. Então, sim, qualquer coisa que seja uma história pessoal é sempre algo que eu realmente gosto de fazer na série.

*Com a pandemia do coronavírus, você acha que o público vai ver a série com outros olhos?

WYL – Então, na 4ª temporada temos apenas os dois primeiros episódios sobre a pandemia. E sendo apenas um show médico, você sabe, eu acho que a equipe achou que era tão importante fazer isso direito e homenagear as pessoas que estão na linha de frente e os verdadeiros profissionais da saúde, desde enfermeiras até pessoas que trabalham em supermercados para os médicos. Mas acho que o que David Shore fez foi tão oportuno e necessário. E eu acho que ele teve uma visão um pouco melhor do que muitos de nós. É um mundo pós-pandêmico e nos permite fugir de volta para, você sabe, a televisão que tira nossa mente de todas essas coisas e volta para o que faz The Good Doctor realmente bom. E é uma demonstração de esperança.

*Qual foi o impacto de gravar uma cena tão emocionante como o terremoto ao final da 3ª temporada?

WYL – Oh, Deus, isso foi provavelmente o mais difícil. Filmamos aquela cena, aquele conjunto de cenas o dia todo, e acho que devo ter chorado por sete horas seguidas. Foi só que foi muito difícil porque na época meu filho tinha passado por uma questão de saúde e ter essa pessoa na minha frente, que era meio que meu filho naquela cena, foi muito difícil. Então, foi um dia muito desgastante emocionalmente. E David Shore estava dirigindo e ele tinha um toque tão gentil que garantiu que a sala ficasse quieta e que houvesse muito poucas distrações.

*Depois de participar do show, o que você pode dizer que aprendeu sobre o autismo?

WYL – Em termos de quem Freddie Highmore retrata, o que eu amo no show é que eles humanizam, eles humanizam o autismo. Dois: há algo a ser aprendido com alguém, como as pessoas com autismo têm a capacidade de simplesmente dizer o que estão pensando, porque nós, como seres humanos, estamos constantemente filtrando o que realmente queremos dizer. E por meio do personagem do Freddie, você sabe, podemos ver um personagem e vivê-lo. E então eu aprendi que há um certo nível de honestidade nisso. Talvez não convivamos tanto com pessoas diferentes, com autismo. E é isso que adoro no personagem dele, além de ter uma nova compreensão do que é o autismo.

O ator da série ‘The Good Doctor’ tem autismo de verdade?

Will ao lado de Fiona Gubelmann, que interpreta a doutora Morgan Reznick

*Como pai, vemos Alex tentando enfrentar as situações com um ponto de vista diferente, às vezes tentando consertar alguns problemas. Você acha que o seu personagem é o “coração” do show, o cara que une a equipe?

WYL – Não sei se sou o coração do show. Quero dizer, há tantos grandes atores e personagens no show, e eu acho que o Freddy, todo mundo tem um pouco do coração. E eu acho que é isso que torna The Good Doctor especial, você sabe, a cada poucos episódios alguém tem um momento especial com o qual podemos nos conectar, seja com Claire, Shaun ou Morgan, como se todo mundo tivesse seu momento. E eu acho que o que a série faz muito bem é quando você tem esse momento, sempre vem do coração. E eu acho que isso é o tipo de marca registrada da série.

*Como você se preparou para o papel de Alex em The Good Doctor?

WYL – É uma pergunta importante para mim, porque eu vivi essencialmente no sistema hospitalar por cerca de quatro anos. Meu filho estava muito doente. Então, era da UTI ao pronto-socorro, sabe, terapia ocupacional, assim foi a minha vida. E no quarto ano, conseguimos ver alguma luz. Quando você mora em um hospital por tanto tempo, você conhece muitas pessoas diferentes e vê muitos pacientes diferentes e vê muita coisa da vida que acontece por lá. Mas também me deu uma perspectiva diferente sobre os pais. Isso me permitiu entender que às vezes falta uma humanidade nos hospitais e que trata-se também de encontrar o médico certo. Então, sim, foi o que senti depois da primeira temporada. Liguei para minha esposa e disse: “Não sei se posso fazer esse show mais porque eu literalmente vou chorar em qualquer cena que estiver”. Porque parecia exatamente com o hospital em que eu estava. Mas, felizmente, eu fiquei.

The Good Doctor revela grande surpresa na vida de Shaun e Lea

Pop Séries

Pop Séries

A equipe do Pop Séries! reúne as principais notícias e novidades das séries de TV.

Sem Comentários

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Pop Séries. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Pop Séries poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.