Skip to main content

Uma das séries mais aguardadas pelos amantes de cultura pop neste ano é The Witcher.

Com estreia para 20 de dezembro na Netflix, o programa é baseado no livros de fantasia de Andrzej Sapkowsk, centrado no famoso caçador de monstros, Geralt de Rivia, que luta para encontrar seu lugar no mundo onde humanos, elfos, bruxos, gnomos e monstros batalham para sobreviver.

Henry Cavill interpreta o protagonista, enquanto Anya Chalotra (Yennefer) e Freya Allan (Ciri) completam o elenco da adaptação. E, apesar da trama ser centrada na jornada de Geralt, quem brilha mesmo são as personagens femininas da série.

“Minha identificação com Geralt é seu relacionamento com os personagens, especialmente com Yennefer. Eu sempre fui do time dela e senti uma conexão emocional. E apesar do nível emocional do personagem que você interpreta, há algo verdadeiro na relação de Yennifer e Geralt. E eu senti na série, embora tenha jogado os games e lido os livros”, disse Cavill na coletiva de imprensa do show realizada na CCXP 2019.

Conversamos com o elenco de The Witcher sobre o que esperar da produção 

Durante os primeiros episódios do programa, o público é apresentado as trajetórias pouco exploradas de Yennefer e Ciri. Ambas passam por grandes traumas em suas vidas que são obrigadas a enfrentarem. Yennefer é obrigada a esquecer o passado triste e a anatomia de seu corpo – um ótimo trabalho da atriz com as próteses na caracterização – para ascender como uma feiticeira. Enquanto Ciri é confrontada cruelmente com a sua nova realidade, ao ver o seu reino ser invadido por inimigos e perder a segurança de sua família.

  A Mulher no Lago: trailer da nova série com Natalie Portman

Neste contexto, entre flashbacks, o espectador segue a jornada de Geralt e descobre a sua relação com as protagonistas. Cavill está bem no papel e entrega uma boa atuação aos fãs do livro, mas não é o maior destaque do seriado. Algumas passagens também pecam, trazendo um tom piegas e forçado ao enredo, o que é comum no mundo dos games onde a interação entre os personagens não acontece de forma tão orgânica.

Em cena de ‘The Witcher’, Henry Cavill mostra suas impressionantes habilidades de luta

Mesmo com essas ressalvas, The Witcher promete agradar com facilidade os espectadores com uma segunda já confirmada pela Netflix. “Em relação à história, é muito legal porque a primeira temporada passa por um período difícil muito rapidamente. A história fica mais centrada na segunda temporada. Há mais personagens interagindo, novos relacionamentos e, finalmente, conseguimos ver coisas que ainda não posso contar “, promete a showrunner Lauren Schmidt.

Talvez a trama fique mais interessante ao passo que três protagonistas se encontrem e assumam a missão em comum. Pelo menos, essa é a expectativa.

Organize sua maratona com o nosso Planner!

Inscreva-se
Notificação de
guest

0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários