Better Call Saul: crítica do segundo ano
Crítica

Better Call Saul destaca índole controversa de personagens

Por 4 de junho de 2016 junho 6th, 2016 Sem Comentários
Better Call Saul: confira promo do season finale

Na segunda temporada de Better Call Saul, o público pode acompanhar mais alguns passos da transformação de Jimmy McGill no astuto advogado de Walter White, Saul Goodman.

Se no primeiro ano da atração, Jimmy (Bob Odenkirk) parecia ser apenas uma vítima das maldades e da inveja de seu irmão Chuck, os novos episódios foram esclarecedores. Mesmo tendo grandes oportunidades profissionais, o protagonista possui mau-caratismo que o impede mudar de vida.

Acompanhe mais notícias de Better Call Saul

Jimmy conseguiu uma posição de destaque em um renomado escritório de advocacia, ganhou um carro luxuoso, um apartamento da empresa e estabeleceu um relacionamento amoroso com Kim. Entretanto, ele foi incapaz de abandonar seus velhos hábitos e para conquistar novos feitos continuou mentindo, infringindo leis e manipulando os seus parceiros de trabalho. Mais do que isso, Jimmy cometeu crimes ainda mais sérios, como a falsificação dos documentos de trabalho de Chuck.

Segundo ano mostra a complicada relação entre Jimmy (Bob Odenkirk) e Chuck (Michael McKean)

Segundo ano mostra a complicada relação entre Jimmy (Bob Odenkirk) e Chuck (Michael McKean)

Assim como em Breaking Bad, Vince Gilligan – o criador de ambos os programas – tem uma incrível perspicácia para construir anti-heróis carismáticos. Em suas narrativas, os papéis de herói e vilão se alternam e o público torce para que seus personagens se safem de atos ilícitos. Em Better Call Saul, Jimmy pode não ter uma conduta correta, mas é impossível não se identificar com a admiração que nutre por Chuck.

Ao mesmo tempo, o irmão mais velho do protagonista conhece todas as suas artimanhas e sofre diversas consequências pelos golpes aplicados. Porém, sua frieza e sua sordidez anulam suas boas intenções em expor a verdade sobre o mau comportamento de Jimmy.

Jimmy encara grande dilema em Better Call Saul

O núcleo de Mike também foi muito bem desenvolvido nesta temporada. O ex-policial se envolveu em um esquema da máfia mexicana para conseguir atender aos caprichos de sua nora. Seu amor incondicional pela neta e a culpa que sente pela morte do filho fazem com que o personagem menospreze a sua própria vida diante de situações de extrema violência.

Better Call Saul: confira promo do season finale

O surgimento de personagens icônicos de Breaking Bad continuou acontecendo de maneira condizente. Gilligan parece não ter nenhuma intenção de trazê-los de volta apenas por uma questão de audiência. Hector Salamanca foi muito bem inserido quando seus sobrinhos tiveram sérios problemas com negócio da família. E o fato dele aparecer saudável e andando – sem cadeiras de rodas, como na série anterior – faz com que os fãs tenham ainda mais curiosidade em descobrir como alguns arcos narrativos se iniciaram antes da história de Walter White.

Amanda Negrini

Amanda Negrini

Jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e pós-graduada em Jornalismo Cultural pela FAAP. Especialista em cultura pop, é autora da tese "A Evolução das cantoras Pop Americanas: a criação de Madonna e a inovação de Lady Gaga".

Sem Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do POP SÉRIES. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O POP SÉRIES poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.