Skip to main content

Programa conquistou gerações de crianças na TV Cultura

Castelo Rá-Tim-Bum é um dos poucos programas que parece não envelhecer – ou então, ainda consegue se manter contemporâneo depois de 26 anos de sua conclusão.

É difícil ser imparcial, pois sou uma das crianças da década de 1990 que ficaram encantadas com um castelo repleto de magia e bonecos falantes, onde um aprendiz de bruxo conhece novos amigos.

Ao longo dos anos, a série infantil ganhou DVDs, livros, brinquedos, exposições e até uma peça teatral. Agora, o reencontro de Nino, Biba, Zequinha (Luciano Amaral, que interpretou Pedro, não pode participar por conta de seu contrato com a Disney) e outros 14 personagens da atração despertam um nostalgia no público.

Elenco de Castelo Rá-Tim-Bum

Durante uma hora, o público vai poder reviver os quadros lendários que marcaram a história do programa, assim como os seus personagens icônicos. Cao Hamburger, criador e diretor da série, comandou o bate-papo que contou com Rosi Campos (Morgana), Cinthya Rachel (Biba), Cassio Scapin (Nino), Fredy Állan (Zequinha), Fernando Gomes (Gato/Relógio), Alvaro Peterson (Celeste/Godofredo) e Enrico Verta (Mau). Outros nomes como Angela Dippe (Penélope), Eduardo Silva (Bongo), Patricia Gaspar (Caipora), Pascoal da Conceição (Dr. Abobrinha), as Passarinhas, Dilma Souza e Ciça Meirelles, e as Fadinhas, Fafi Prado e Teresa Athayde, marcaram presença.

  Bridgerton: quando estreia a parte 2 da 3ª temporada?

Cao contou que a ideia era mostrar uma reserva dentro de uma cidade poluída, mas que boa parte dos quadros e atuações eram, de certa forma, improvisadas. Sobre o seu primeiro dia no set Rosi contou quais foram as orientações que recebeu para o papel de Morgana: “Não quero as crianças tenham medo da Morgana. Ela tem 100 anos, já viu muita coisa. Ela é uma contadora de histórias”, relembrou.

A dinâmica entre o elenco infantil e Nino também era especial: “Eram crianças muitas específicas. O Luciano e a Cinthya já eram ratos de televisão. Eles sabiam trabalhar e entendiam a linguagem. Eu tive que recuperar a minha infância e fiquei mais infernal que eles. Era o jeito que encontrei para ficar integrado com eles”, contou Cassio.

Celeste e outros bonecos falantes

Outros momentos marcantes do especial têm relação com a participação dos bonecos criados especialmente para a série. Como não se emocionar com as aparições de Mau e Godofredo, do Gato Pintado, do ratinho que tomava banho e da famosa cobra Celeste. Alvaro Peterson falou sobre a experiência de interpretar um boneco que é um personagem: “A voz determina, primeiro, o boneco. Eu fui muito feliz com a escolha da voz. O Godofredo eu já cheguei com a voz dele. Da Celeste fizemos um monte de teste com meninas, e perguntei se podia fazer. Quando eu fiz, o câmera levantou e falou: ‘Que isso, a cobra está viva!’. Mas ainda não tinha uma voz até quando fui falar com a Bia Rosenberg [diretora de televisão].”

  Robert Downey Jr. e a sua incrível jornada de redenção

Prepare-se também para histórias com Dr. Abobrinha, que recebeu uma cartinha bem especial de um fã, e da dupla de cientistas atrapalhados Tíbio e Perônio.

O bate-papo será exibido sábado, 25 de fevereiro, às 22h, na TV Cultura. Ele estará disponível na internet a partir de domingo (26), no canal do YouTube da Oreo.

Confira o trailer:

Inscreva-se
Notificação de
guest

0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários