Skip to main content

Confira curiosidades da série Zorro, estrelada por Guy Williams

Zorro, produzido pela Walt Disney, narrava as aventuras de um justiceiro justiceiro mascarado.

A atração era ambientada na Califórnia de 1820 e combinava faroeste com cenas de ação de esgrima. A série era ambientada na Califórnia na década de 1820. O Don Diego de La Vega, interpretado por Guy Williams era um jovem rico que estudou advocacia na Espanha e voltou para viver no rancho de seu pai.

Quem era o Zorro?

Inconformado com os maus tratos que o povo sofria na cidade, ele decidiu protegê-los. Sendo assim, ele se torna um herói mascarado, chamado Zorro, que usa um chicote e uma espada. Para encobrir a sua identidade, Don Diego de la Vega se comportava como um aristocrata preguiçoso e fútil. Ele fingia gostar de livros e poesias e dizia que não gosta de política. Isso fazia com que o seu pai, o rancheiro Don Alejandro, o visse como um covarde. E para executar os seus planos, ele sempre contava com a ajuda do Bernardo, que era mudo, mas fingia ser surdo para trazer informações privilegiadas para Don Diego.

Continua após a publicidade..

Flashback: Zorro enfrenta o Homem da Montanha

Como se chamava o cavalo do Zorro?

Seguindo a tradição das séries de cowboys da década de 1930, nos quais os animais dos mocinhos sempre tinham um nome, Zorro cavalgava no cavalo preto chamado Tornado. Na segunda temporada, o herói passou montar também o cavalo branco Phantom.

A escolha do nome Zorro aconteceu quando o herói afirmou para Bernardo que como ele podia vestir a pele de um leão, ele iria usar a de uma raposa. E raposa em espanhol significa Zorro. Ele então pegou sua espada e fez a marca da letra Z.

O ator de Zorro

Para atuar em Zorro (1957-1959), Guy Williams aprendeu a tocar violão para atuar no seriado. Ele não contava com dublês e as cenas de luta eram gravadas todas as sextas-feiras. Caso tivesse algum acidente, ele poderia se recuperar no fim de semana.

Quentin Tarantino quer fazer uma sequência de ‘Django’, com Zorro

Após o fim do seriado, foram produzidos outros quatro episódios de uma hora de duração, em 1960 e 1961. O programa foi colorizado por computador da década de 1990 e retornou ao ar, como um grande sucesso.

Reboot de Zorro

Zorro foi um fenômeno de audiência em sua época. As aventuras do justiceiro mascarado conquistou as famílias de todo o mundo. Infelizmente, a série ficou apenas um ano no ar.

Ela foi cancelada em 1959 devido as disputas entre os estudos Disney e o canal ABC e acabou não retornando à TV. Para alegria dos fãs foi anunciado em agosto de 2022 um reboot do seriado clássico, com produção da Secuoya Studios, uma empresa da Espanha e lançamento pelo Prime Video.

Veremos Miguel Bernardeau, que integrou o elenco de Elite, dando vida ao herói mascarado. Seu par romântico será a atriz mexicana Renata Notni, interpretando Lolita Marquez. O roteiro é assinado por Carlos Portela com direção de Javier Quintas e Miguel Angel Vivas.

Dentre as locações escolhidas para a ambientação da história está a ilha Gran Canária, na Espanha, um cenário dos mais badalados. As gravações começaram em meados de julho deste ano com uma equipe com mais de 200 pessoas envolvidas. A produção continua até o final de 2022 e ainda não tem uma data de lançamento planejada.

A assessoria diz que a série passará por uma nova roupagem, adaptando-se ao novo perfil de público, mas sem perder sua essência histórica e cativante.

Segundo os produtores, as mulheres terão um papel de maior destaque nessa produção, bem diferente das abordagens anteriores. Podemos esperar mulheres empoderadas, a frente de seu tempo e que irão desafiar até mesmo o herói mascarado.

A produção executiva será assinada por John Gertz, simplesmente o fundador da Zorro Productions, que também foi responsável pelos sucessos do cinema A Máscara do Zorro e a A Lenda do Zorro.

Em nota oficial, a diretora administrativa Valérie Vleeschhouwer disse: “Estamos orgulhosos de ser o distribuidor internacional desta nova versão poderosa e original de Zorro, um herói icônico e atemporal”.

Como ainda não foi divulgada uma data de estreia, aproveite para conferir todas as adaptações dessa história que encanta gerações.

Adaptações do herói

Com mais de cem anos desde a sua criação por Johnston McCulley, a história do herói mascarado ganhou diversas versões no cinema e na televisão. Confira agora as indicações para você se inteirar do universo do Zorro.

Livros

As primeiras publicações ocorreram na Pulp All-Story Weekly e foram dividas em cinco partes, contando com belíssimas gravuras dos personagens. Aqui Zorro teve sua identidade revelada no quinto volume lançado.

A história também foi adaptada para os quadrinhos e seguiu o mesmo sucesso do livreto semanal original.

Filmes

A Marca do Zorro (1920)

Essa foi a primeira adaptação para o cinema e aconteceu graças aos astros Douglas Fairbanks e sua esposa Mary Pickford que se apaixonaram pela história em sua lua de mel. O casal comprou os direitos autorais e passou a produzir a versão para os cinemas.

Foi nesta adaptação que o herói deixou, pela primeira vez, sua icônica marca com a espada (o Z de Zorro).

O Filho do Zorro (1925)

No segundo filme, Douglas Fairbanks interpreta Don Cesar De La Vega, o filho do Zorro. O filme não foca no Zorro, mas sim em seu descendente.

Senhorita (1927)

Com um tom mais cômico e sem uma relação direta com o famigerado Zorro, podemos acompanhar a atriz Bebe Daniels que se traja de homem e dá vida ao icônico justiceiro.

Um fato curioso é que o filme recebeu alguns nomes bem distantes do título original, em Portugal e na Espanha foi chamado de A Neta do Zorro.

A Marca do Zorro (1936)

Foi o primeiro filme falado e colorido da saga Zorro, interpretado por Robert Livingston.

A Marca do Zorro (1940)

Produzido pelo estúdio Twentieth Century Fox, o filme estrelado por Tyrone Power e Linda Darnell nos papéis principais recebeu uma indicação ao Oscar por sua fabulosa trilha sonora.

Bandit Queen (1950)

Produzido pela Universal, o filme não fala especificamente do Zorro, mas mostra um personagem principal fortemente influenciada pelo herói.

A atriz Barbara Britton interpretou a destemida Zara, que luta para vingar a morte dos pais. Na Itália e outros países, o longa recebeu o nome de A Filha do Zorro.

King of the Bullwhip (1950) 

Inspirado nas aventuras de Zorro, mas sem fazer uma relação direta com o enredo original, a produção conta Jack Holt e Tom Neal. 

A Marca do Renegado (1951)

Com Ricardo Montalban, Cyd Charisse, J. Carrol Naish, o longa também não está diretamente relacionado à história original, mas é ambientado na época histórica de Zorro e utiliza de elementos cinematográficos que remetem ao herói.

O Rastro do Terror (1951)

Com Ken Curtis no papel principal, o filme também foi batizado como Zorro em alguns países, porém não conta a história do herói, apenas remete ao contexto original.

A Vingança do Látego (1954)

Richard Simmons dá vida ao personagem que utiliza uma máscara e seu cavalo na luta por justiça. Também não é uma história sobre o Zorro em si, no entanto apresenta muitos elementos alegóricos que fazem uma clara menção ao clássico.

O Signo do Zorro (1958)

O filme foi na verdade um compilado dos episódios da célebre série produzida pela Disney. Vemos Guy Williams interpretando com maestria o amado Zorro. Henry Calvin dá vida ao sargento Garcia, o inimigo atrapalhado do herói. .

Zorro, o Aventureiro (1959)

É outro compilado da famosa série de Guy Williams que foi adaptado ao cinema.

As Aventuras Eróticas de Zorro (1972)

Os anos 1970 fizeram muitas adaptações adultas para vários personagens icônicos das histórias e é óbvio que o misterioso e galanteador Zorro não poderia ficar de fora.

Estrelado por Douglas Frey, podemos acompanhar uma versão mais caliente do herói atemporal.

A Marca do Zorro (1974)

É a primeira produção voltada para a televisão, com Frank Langella no papel principal. O elenco também contou com Ricardo Montalban e Yvonne de Carlo.

As Duas Faces de Zorro (1981)

O astro George Hamilton interpreta Zorro nesta versão engraçada do herói mascarado. Sua atuação foi tão fabulosa que ele chegou a ser indicado ao Globo de Ouro pelo trabalho no filme.

A Máscara do Zorro (1998)

É uma das versões mais aclamadas. Anthony Hopkins vive Don Diego já velho, ele tem um jovem aprendiz que deverá substituí-lo. O futuro Zorro é nada mais do que Antonio Banderas.

Antonio interpreta Alejandro Murrieta, uma homenagem ao personagem Joaquín Murrieta, do clássico O Bandoleiro do El Dorado, responsável por inspirar a criação do Zorro.

Catherine Zeta-Jones vive a bela Elena de La Vega que acaba se apaixonando pelo misterioso herói.

O sucesso foi grande em todo o mundo, fazendo com que a produção recebesse duas indicações ao Oscar.

A Lenda do Zorro (2005)

Aqui vamos acompanhar a vida de Alejandro após se consolidar como o mais novo herói local. Ele também enfrenta muitos problemas em sua vida pessoal e social. Vale a pena conferir.

Django/Zorro

Em 2014 o genial Quentin Tarantino falou sobre um possível encontro entre Zorro e Django, dois personagens icônicos dividindo a mesma tela. Obviamente isso causou um frisson gigantesco nos fãs que passaram a levantar diversas teorias.

Infelizmente, em junho deste ano, o roteirista Jerrod Carmichael disse em entrevista que o projeto foi cancelado oficialmente. Ele revelou que o roteiro já estava pronto e o filme orçado em US$ 500 milhões.

Vamos torcer para que Tarantino mude de ideia.

Seriados

A Volta do Zorro (1937)

A primeira série que contou com dez episódios e teve o ator John Carroll no papel principal. Com muitas cenas de ação, a produção aumentou a popularidade do herói em todo o mundo.

Legião do Zorro (1939)

Aqui acompanhamos Reed Headley dando vida ao protagonista. O elenco também contou com nomes como Sheila Darcy, Willian Corson e Leander de Cordova.

O Chicote do Zorro (1944)

No seriado, o estúdio Republic revoluciona a imagem do herói colocando uma mulher, Linda Stirling, como protagonista. Na história, ela é uma descendente direta de Don Diego de La Vega.

O Filho do Zorro (1947)

George Turner dá vida ao mascarado e Peggy Stewart faz a mocinha da produção. A série recebeu críticas muito positivas na época de seu lançamento.

O Fantasma do Zorro (1949)

Estrelado por Clayton Moore, esse foi, até então, o último seriado dedicado a envolvente história do herói.

Zorro é sem sombra de dúvidas um clássico atemporal que sempre encantará as gerações com seu senso de justiça, sua graça e seu mistério.

Organize sua maratona com o nosso Planner!

Inscreva-se
Notificação de
guest

0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários