Crisis in Six Scenes: crítica 1ª temporada
Crítica

Crisis in Six Scenes: a comédia que retrata os covardes americanos

Por 2 de novembro de 2016 novembro 3rd, 2016 Sem Comentários
serie woody allen

spoilerWoody Allen concedeu um grande presente aos seus fãs ao criar uma série exclusiva para a Amazon. Ao lado de Miley Cyrus, o prestigiado diretor de cinema interpreta uma excelente comédia, repleta de diálogos ríspidos e cenas de humor que despertam a inteligência do espectador.

Sidney J. Munsinger é um senhor que possui uma vida pacata nos subúrbios de Nova York. Casado há muitos anos com Kay, ele tem como prioridade aproveitar sua metódica e conservadora vida. Sua situação muda quando uma jovem revolucionária, chamada Lennie Dale (Cyrus), decide se esconder em sua casa.

Assista ao promo de Crisis in Six Scenes

Em Crisis in Six Scenes, a premissa de Allen é retratar uma parcela da sociedade americana que foi passiva diante das mudanças culturais, sociais e econômicas da década de 1960. Sid até se preocupa com os jovens morrendo no Vietnã, porém ele tem pavor de situações que possam afetar seu confortável cotidiano. Afina de contas, como um bom burguês Sid trabalhou muito para desfrutar de eletrodomésticos de última geração.

serie woody allen

Lennie (Miley Cyrus) e Sid (Woody Allen)

Por outro lado, Lennie personifica o jovem que buscou transformar seus conceitos diante de uma sociedade pacata e consumista. Com grande afinco, ela acredita que pode fazer a diferença, arriscando a sua vida ao roubar bancos ou fugir para Cuba para auxiliar o governo de Fidel Castro. Os diálogos entre Lennie e Sid, além de serem hilários, mostram um confronto de gerações, em que  a parte conservadora não consegue entender como sua vida se tornou medíocre.

Outro ponto interessante é analisar a evolução de Alan na trama. O jovem tradicionalista se vê seduzido pelas falas rebeldes de Lennie e percebe o quanto sua vida poderia ter mais significado. Seu arco narrativo demonstra o idealismo em que a classe média é seduzida para morar em um país comunista, ou idolatrar Che Guevara, mesmo não entendendo os seus ideais. O ápice desta constatação acontece quando as senhoras do clube de livros de Kay recitam as frases de Mao Tsé-Tung como autoajuda.

Crisis in Six Scenes: veja prévia da série de Woody Allen

No desfecho, Sid ajuda a jovem a fugir e retorna para seu tranquilo cotidiano ao lado de Kay. Alan herda a milionária empresa capitalista de seu pai, mas promete ajudar os mais necessitados com doações. De certa maneira, Lennie acaba modificando a visão de todos os personagens, mesmo que eles não tenham tido nenhuma ação drástica no desenrolar da trama. Resta saber se a persistência da jovem sobreviveu diante de uma realidade muito menos idealizada.

Amanda Negrini

Amanda Negrini

Jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e pós-graduada em Jornalismo Cultural pela FAAP. Especialista em cultura pop, é autora da tese "A Evolução das cantoras Pop Americanas: a criação de Madonna e a inovação de Lady Gaga".

Sem Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do POP SÉRIES. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O POP SÉRIES poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.