Skip to main content

O assassino assombrava o sono de suas jovens vítimas

Você já parou para pensar em quais são os personagens mais temidos de todos os tempos? Se levantarmos essa discussão, Freddy Krueger certamente seria eleito como um dos mais temidos das décadas de 1980 e 1990 até os dias atuais.

Com um histórico pesado e aterrorizante, ele ficou bastante conhecido pela franquia de filmes de terror A Hora do Pesadelo. Além de estrelar as produções cinematográficas, o protagonista também atormentou muitos espectadores nas telinhas.

Intitulada A Hora do Pesadelo – O Terror de Freddy Krueger, a série mostrava semanalmente casos horripilantes aos quais os moradores de Springwood eram submetidos.

Continua após a publicidade..

Ao todo, foram 44 episódios exibidos entre os anos 1988 e 1990.  No Brasil, o programa também foi transmitido na grade horária do SBT.

Freddy Krueger, a história real

Todo vilão tem um passado perturbador e a história de Freddy Krueger não foge disso. Sua mãe era Amanda Krueger, mais conhecida por seu nome religioso, Irmã Maria Helena. Ela era uma freira que trabalhava em uma instituição para criminosos insanos, a Hathaway House.

Em determinado ano, poucos dias antes das festividades de Natal, a freira foi esquecida sozinha dentro do edifício quando os guardas foram passar o fim de semana em suas casas. Ao ser encontrada dias depois, ela revela que foi vítima de estupro coletivo.

Grávida, Maria Helena gera um bebê que recebe o nome de Freddy e que posteriormente viria a ser adotado por Mr. Underwood, um homem alcoólatra e abusivo.

Leia mais:   Quem era Super Vicky, a menina robô?

Com uma infância atormentada pelo passado e pela personalidade agressiva do pai adotivo, o garoto desde novo começou a dar indícios de sua mente perturbada. Alguns exemplos foram quando ele matou o hamster da classe, na escola, e quando atacou seu pai com uma lâmina de barbear.

Já na vida adulta, ele se casou com uma mulher e teve uma filha. Embora tentasse levar uma vida normal, sua sede por sangue era insaciável. Freddy mantinha um perturbador quarto cheio de indícios que comprovavam que ele era, na verdade, o assassino conhecido como “Springwood Slasher”, que massacrava crianças da pequena cidade de Ohio.

Ao ser descoberto, o maníaco ataca e mata sua esposa na frente de Katherine, filha do casal, que em seguida passa a viver em um orfanato.

Como Freddy Krueger ganhou poderes?

O personagem é conhecido por conseguir atacar suas vítimas em sonhos, ainda que os danos causados sejam cem por cento reais também no mundo dos despertos.

Freddy ganhou essa habilidade de uma forma bastante peculiar. Ao ser libertado, mesmo sendo claramente culpado de diversas atrocidades, a população se revoltou e tentou fazer justiça com as próprias mãos.

Em determinada cena, os moradores de Springwood prendem o personagem e ateiam fogo nele e no prédio que ele se encontrava. Porém, nesse momento, ele é abordado por entidades que dão a ele a oportunidade de continuar praticando seus crimes no mundo sobrenatural, o que resultou em seu “dom”.

A Hora do Pesadelo

Com oito filmes lançados, a franquia A Hora do Pesadelo foi a responsável por popularizar a história de Freddy Krueger.

Leia mais:   Família Addams: quantas séries existem?

Lançado em 1984 nos cinemas, o primeiro longa conta como tudo começou. Estrelado por Robert Englund, Heather Langenkamp e Johnny Depp, a trama acompanha um grupo de adolescentes que, inexplicavelmente, está sendo atacado por um homem com garras de aço.

Os ataques acontecem apenas quando eles estão dormindo e a única forma de escapar é acordando. Em uma sequência assustadora, descobre-se que os crimes são cometidos por Freddy Krueger (Robert Englund), que havia sido queimado vivo pela vizinhança e que agora quer se vingar, através dos sonhos, de quem o matou.

No decorrer dos anos, a história foi sendo desbravada através das sequências nos cinemas. A Hora do Pesadelo (1984) foi seguida por A Hora do Pesadelo 2 (1985), A Hora do Pesadelo 3 (1987), A Hora do Pesadelo 4 (1988), A Hora do Pesadelo 5 (1989), A Hora do Pesadelo: A Morte de Freddy (1991), A Hora do Pesadelo: O Novo Pesadelo (1994) e Freddy VS Jason (2003).

Em 2010, uma refilmagem do filme original foi escrita por Wesley Strick e Eric Heisserer e lançada com o mesmo título. O protagonismo do longa ficou sob a responsabilidade do ator Jackie Earle Haley, que interpretou uma nova versão do assassino.

O elenco do remake conta também com Rooney Mara, Katie Cassidy, Kyle Gallner, Thomas Dekker Clancy Brown e Kellan Lutz.

A Hora do Pesadelo – O Terror de Freddy Krueger

Ecoando o sucesso das telonas, a série antológica A Hora do Pesadelo – O Terror de Freddy Krueger chegou ao público em 1988.

Leia mais:   Everwood: onde está o elenco da série hoje

A premissa da produção tinha um tom particular e contava várias histórias de terror que era apresentadas por Freddy, interpretado pelo ator Robert Englund. Como uma espécie de anfitrião, ele aparecia sempre no início e ao final de cada episódio.

Ao todo, o programa foi composto por 44 episódios que ficaram dispostos em duas temporadas distintas. O episódio piloto começa com Freddy sendo acusado de assassinar crianças, o que funciona como uma prequel do primeiro filme.

A trama também é ambientada em Springwood, a mesma cidade que é lar dos filmes. Na série, a maioria das histórias não são centrada em Freddy, embora ele sempre esteja por trás dos estranhos acontecimentos que perturbam todo o elenco.

Após o primeiro episódio, todos os seguintes apresentavam duas histórias diferentes entre si. Com uma hora de duração, a primeira meia hora era sempre dedicada à uma história, ao passo que a outra parte era centrada no segundo caso a ser apresentado.

Com um conteúdo violento e sexual, a série de Freddy Krueger teve seu horário de exibição reajustado algumas vezes, passando a ser exibido tarde da noite e totalmente voltado para o público adulto, o que influenciou no alcance e na audiência da trama.

Na segunda temporada, com cortes e edições que tentavam diminuir o orçamento da série e o tom pesado, a atração passou a ter uma aparência diferente, o que não agradou os fiéis fãs da franquia. A Warner Bros. Television optou por cancelar o seriado em 1990, embora o enredo ainda permitisse que uma terceira temporada fosse produzida, caso houvesse espaço para isso.

Organize sua maratona com o nosso Planner!