HIMYM: crítica da 9ª temporada
Crítica

How I Met Your Mother: final inesperado choca, mas emociona

Por 7 de abril de 2014 novembro 18th, 2018 Sem Comentários

spoilerA última temporada de How I Met Your Mother foi um dos eventos televisivos mais esperados do ano. Antes mesmo da estreia dos novos episódios, o público já tinha sido apresentado a mãe misteriosa, papel de Cristin Milioti, que só teve o seu nome revelado no final da atração.

No nono ano da série, os produtores optaram por um modelo narrativo não convencional: utilizando os mesmo saltos e retrocessos no tempo, toda a história ficou concentrada no casamento de Barney (Neal Patrick Harris) e Robin (Cobie Smulders). A mudança não agradou a maioria dos fãs, que ainda esperava por mais cenas da turma curtindo a cidade de Nova York, o que concedeu fama à comédia.

O que aprendi com How I Met Your Mother

Em algumas ocasiões, a impressão era que o roteiro estava fadado à afundar na monotonia, mas participações inesquecíveis salvaram a temporada de uma tragédia. Acompanhar a saga de Marshall (Jason Segel) com o bebê Marvin para chegar ao Far Hampton Inn, com certeza, foi um dos momentos mais engraçados de toda a temporada. Isso porque, a viagem foi realizada na companhia de uma personagem um tanto neurótica e desesperada – vivida pela atriz Sherri Shepherd.

 

 

Sherri Shepherd, no papel da companheira de viagem de Marshall

Sherri Shepherd, no papel da companheira de viagem de Marshall

Outras aparições especiais garantiram o sucesso da trama. Wayne Brady reviveu o papel de irmão gay de Barney; John Lithgow e Frances Conroy os pais; James Van Der Beek o ex de Robin; e Ellen D. atuou novamente como a irritante Patrice.

Nosso guia para o final de temporada da série

O fato é que muitas teorias foram levantadas sobre a identidade mãe e o seu futuro na história. Embora Milioti tenha negado que a sua personagem estaria morta (talvez para despistar o público), foi isso exatamente que aconteceu. Ted (Josh Radnor) contava a história aos seus filhos de como conheceu a mãe deles para tentar justificar a escolha de uma antiga namorada. Neste ponto, a audiência já havia descoberto que Robin encontrava-se separada e que ainda era apaixonada pelo amigo. Os filhos, cientes da situação, dão o impulso final para a felicidade do pai, que esteve viúvo por oito anos.

A tragédia pode ter parecido um tanto chocante para alguns telespectadores, que até criaram finais alternativos para o seriado na internet, no entanto foi coerente ao traduzir uma realidade livre do “felizes para sempre”. Aceitar que a vida é repleta de obstáculos e que nem sempre as escolhas tomadas são certas é o maior trunfo de How I Met Your Mother.

Elenco participa da PaleyFest 2014

Quando Robin diz a Lily (Alyson Hannigan) que eles não são mais aqueles jovens de trinta e poucos anos livres e desimpedidos, que aquele tempo passou, a personagem está traduzindo um sentimento nostálgico inerente a própria existência. Tudo tem seu começo, meio e fim. Com a exceção as lembranças, nada é eterno. E jamais será.

• Por Julia Benvenuto

Julia Benvenuto

Julia Benvenuto

Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e pós-graduada em Jornalismo Cultural pela FAAP. É autora da tese "A Revolução dos Losers: como o seriado americano Glee representa a juventude do século 21".

Sem Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do POP SÉRIES. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O POP SÉRIES poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.