Skip to main content

Produções que são incomparáveis no quesito moda

Os figurinos são essenciais para a construção dos personagens de ficção. Principalmente nas séries de época, as roupas sempre ajudaram, juntamente com a maquiagem e a fotografia, a contextualizar o cenário em que a trama é ambientada. Para isso, as emissoras de televisão investem na contratação de figurinistas e historiadores que pesquisam fotos e livros antigos, alfaiataria e paleta de cores para reconstituir um tempo específico da história mundial.

Como consequência, esses seriados de televisão recebem grandes elogios da crítica e do público. É impossível não ficar fascinado com o requinte das damas inglesas de Downton Abbey, ou com riqueza de detalhes dos figurinos italianos da série Os Bórgias.

O Pop Séries! preparou um especial com os melhores figurinos da séries de televisão.

Confira:

Boardwalk Empire (2010-2014)

Boardwalk Empire

O seriado, dirigido por Martin Scorsese, retrata a vida de poderosos americanos de Atlantic City nos anos 1920, período que vigorou a Lei Seca nos Estados Unidos. O figurino, assinado por John Dunn, Lisa Padovani e Maria Zamansky, apresenta ternos com referência à estética gângster e vestidos com silhuetas características da época, acompanhados de paetês, chapéus e peles. A equipe responsável enfrentou grandes desafios para descobrir as cores da moda, pois as fotos e material pesquisados eram todas em preto e branco.

Boardwalk Empire também conta com especialistas quem envelhecem roupas e acessórios novos para que pareçam usados ou antigos.

Bridgerton (2020-)

 

É uma série baseada no livro best-seller de Julia Quinn e ambientada no início do século 19, mergulhando no mundo sensual, luxuoso e competitivo da alta sociedade londrina da época. A trama gira em torno dos oito irmãos próximos da poderosa família Bridgerton: Anthony, Benedict, Colin, Daphne, Eloise, Francesca, Gregory e Hyacinth. Acompanhamos esses irmãos enquanto eles navegam pela sociedade de Londres em busca de amor, cercados por amigos e rivais.

A série é conhecida por sua ambientação no período da Regência e por retratar a vida da alta sociedade da época. O figurino de Bridgerton combina elementos do período com toques de modernidade, incorporando cores vibrantes, estampas ousadas e tecidos luxuosos para retratar a sociedade da época de forma sofisticada. Ao todo, foram criados 7.500 itens, incluindo chapéus, capas, luvas e vestidos.

Leia mais:   The Acolyte: trailer da série do universo 'Star Wars'

O figurino da primeira temporada concorreu ao Emmy de 2021, na categoria figurino de época, mas perdeu para O Gambito da Rainha, outra produção da Netflix.

Downton Abbey (2010-2015)

 

Escrito por Julian Fellowes, o seriado britânico aborda o cotidiano e os jogos de poderes que envolvem a família Crawley. Como parte da aristocracia, eles residem em uma propriedade chamada Downton Abbey, localizada em Yorkshire, durante o reinado de George V, em 1912. A figurinista, Susanna Buxton, optou por criar roupas femininas sóbrias que representam as mudanças históricas sofridas por conta da Primeira Guerra Mundial.

A equipe também realizou um estudo sobre os uniformes dos criados e mostrou que as empregadas da época precisavam trabalhar com apenas dois vestidos: um estampado com avental para a limpeza da manhã e um preto para as festividades noturnas. Os tecidos eram tão caros que muitas vezes custavam o equivalente a seis meses de trabalho. Alguns patrões concediam os uniformes como presente de Natal.

Em 2012, a atração ganhou o Emmy Awards de Melhor Figurino – minissérie, telefilme ou especial.

Game of Thrones (2011-2018)

game of thrones

A equipe de criação de Game of Thrones enfrentou grandes desafios para conceber o figurino da série. Baseada nos livros de George R. R. Martin, a trama possui uma época fictícia e cenários com as mais diferentes variações climáticas. Além disso, cada reino também apresenta suas próprias referências estéticas.

A figurinista responsável, Michele Clapton, inspirou-se nas roupas medievais clássicas para vestir os protagonistas da atração. A personagem Daenerys Targaryen, interpretada por Emilia Clarke, é única que utiliza vestimentas parecidas com as tribos beduínas.

Leia mais:   The Boys: o que esperar da 4ª temporada

A série foi vencedora prêmio Emmy em 2012, com o episódio The Prince of Winterfell. Depois, levou a mesma estatueta por diversos anos.

Mad Men (2007-2015)

Mad Men

A trama acompanha o cotidiano da empresa de publicidade Sterling Cooper, e tem como protagonista o publicitário Donald Draper (Jon Hamm). O seriado é aclamado pela crítica e por seu público por retratar as mudanças de comportamento dos Estados Unidos nos anos 1960. Sendo assim, o figurino é parte fundamental para apontar as transformações da sociedade americana e cada episódio conta com aproximadamente 200 vestimentas.

A figurinista responsável, Janie Bryant, inspirou-se nos ensaios editoriais das revistas de moda de época para recriar o vestuário. Nas primeiras temporadas, os personagens vestem ternos alinhados, cabelos propositalmente  arrumados e cores sóbrias. No decorrer dos episódios, as cores entram em cena, mostrando as mudanças da moda na década de 1960. O mesmo acontece com as mulheres, que foram ganhando estampas mais coloridas, modelagens amplas e cores cítricas, abandonando o estilo mais conservador feminino.

O seriado já faturou duas estatuetas do prêmio Costume Designers Guild na categoria Figurino de Época para Série de Televisão em 2009 e 2010.

Maravilhosa Sra. Maisel (2017-2023)

 
 

A série é criada por Amy Sherman-Palladino e Daniel Palladino, que também assinam o roteiro de Gilmore Girls. A trama segue a história de Midge Maisel, interpretada por Rachel Brosnahan, uma mulher dos anos 1950 que se arrisca na carreira de stand-up comedy após seu casamento desmoronar.

A Maravilhosa Sra. Maisel já ganhou o prêmio de Melhor Figurino. A série foi indicada e venceu várias categorias importantes no Emmy Awards. Em 2018, ganhou sete das onze categorias em que foi indicada, incluindo Melhor Série de Comédia, Melhor Atriz para Rachel Brosnahan, Melhor Atriz Coadjuvante para Alex Borstein, Melhor Direção e Roteiro de Episódio Piloto.

Os figurinos da série são reconhecidos por serem impecáveis e refletirem a época em que a história é ambientada. Além das roupas, os cabelos e maquiagens também são destacados como parte fundamental da caracterização dos personagens.

Leia mais:   'Maxton Hall: O Mundo Entre Nós' é o novo romance do Prime Video

Once Upon a Time 
(2011-2018)

jennifer morrison

A série tem como premissa mostrar uma narrativa moderna dos famosos contos de fadas. Ao mesmo tempo que há personagens clássicos, como a Branca de Neve e a Rainha Má, outros eram completamente desconhecidos pelo público, como a protagonista Emma Swan, interpretada por Jennifer Morrison.

O desafio da equipe de figurinistas do show, liderada por Eduardo Castro, foi intercalar vestimentas clássicas da literatura com looks modernos. Ao mesmo tempo que há vestidos requintados com camadas e cortes clássicos, o seriado também apresenta um figurino atual com jaquetas, calças jeans e tênis. Os produtores optaram por não reproduzir vestimentas históricas e tiveram como maior influência o trabalho do estilista inglês Alexander McQueen.

Castro conta com uma equipe de quase 20 profissionais para elaborar, em cerca de cinco dias, todo o figurino de um episódio. “É sempre desafiador por conta do tempo. Os roteiristas têm somente uma ideia parcial do que querem e nós desenvolvemos todo o vestuário desde o início. Também pensamos em como vestir personagens clássicos em situações inusitadas, como a Branca de Neve sendo uma criminosa”, afirmou o figurinista ao site da EW.

Os Bórgias (2011-2014)

the borgias

A atração conta a trajetória da família italiana Borgias e sua ascensão ao poder da igreja católica em Roma. Ambientada em 1492, a série tem como protagonista o Papa Borgias, interpretado por Jeremy Irons. Para reconstituir o vestuário da época, os produtores do seriado contaram com duas figurinistas italianas. Gabriella Pescucci já ganhou o Oscar de Melhor Figurino, em 1993, por Época da Inocência e Barbara Adducci, coordenou a equipe de estilo do filme Maria Antonieta (2006).

Os figurinos femininos contam com corsets, adornos de cabeça, vestidos com muitas camadas e joias ostensivas. A série faturou o Emmy Awards de Melhor Figurino, em 2011.

Organize sua maratona com o nosso Planner!