Skip to main content

Elementar, meu caro Watson

Sherlock Holmes é talvez uma das personalidades mais pragmáticas da história mundial. Conhecido por suas façanhas na resolução de crimes no começo do século 19, o detetive guardava todas as suas anotações sobre assassinatos, engenhocas e experiências com venenos poderosos.

Os relatos detalhados, expostos hoje na casa onde morava em Londres, na Baker Street, foram empregados na criação de filmes e séries modernas. No cinema, Robert Downey Jr., viveu o personagem, que ganhou uma abordagem heróica. Na televisão, a história é outra: duas versões diferentes desafiam a interpretação deste gênio do crime.

Elementary é uma delas. Encabeçado pelo ator inglês Jonny Lee Miller e pela estrela Lucy Liu, o seriado busca trazer um lado ainda não explorado da história de Holmes. Para começar Watson é uma mulher  – papel de Liu – e Moriarty, como revelado no final última temporada, é a ex do protagonista. Colocar duas representações femininas em papéis originalmente interpretados por homens pode ser considerada uma das maiores quebras de esteriótipos até então.

As mudanças acompanham, de certa forma, as transformações sociais ocorridas atualmente, em que a mulher ganha mais destaque nas produções midiáticas. A mesma inversão de valores é vista hoje em Once Upon a Time e Revenge, onde o dualismo, a briga entre vilões e mocinhos, é centrada em duas mulheres extremamente fortes, independentes e responsáveis por seu próprio destino.

Leia mais:   O Simpatizante: Robert Downey Jr. em série da HBO

Alterar, no entanto, um clássico não é algo que agrada todo o tipo de público. Produzida pela BBC, Sherlock investe na interpretação convencional das histórias do detetive. O roteiro é baseado no livro de Arthur Conan Doyle, e Holmes não poderia ser representado em uma visão mais fiel por Benedict Cumberbatch.

Cumberbatch disse ao TVLine que acredita nas duas interpretações e que Elementary é uma empreitada diferente. “Se eu fosse o produtor, ficaria com medo que a dinâmica entre os dois amigos se perdesse. Agora pode haver uma tensão sexual entre Watson e Holmes. Então, essa é uma nova coisa a se explorar”.

O desafio é sem dúvida inovador. Tanto Miller como Liu recusaram os seus respectivos papéis em Elementary com medo que a inovação não funcionasse. Só mudaram de ideia após ler o roteiro, que foi extremamente bem recebido pela audiência americana. Agora a série caminha para uma nova temporada – estreia quinta (25) nos EUA pela CBS. Os detalhes da expedição de Holmes a Londres, onde ficará hospedado na casa do irmão, e outros spoilers dos novos episódios estão disponíveis a seguir.

Sherlock Holmes existiu?

A resposta é não. Embora muitas das histórias de Sherlock Holmes sejam ambientadas em um contexto histórico real da Inglaterra vitoriana, o próprio Holmes nunca existiu como uma figura histórica ou real.

Leia mais:   The Acolyte: trailer da série do universo 'Star Wars'

O escritor Sir Arthur Conan Doyle criou Holmes como um detetive consultor extraordinariamente talentoso e habilidoso, cujas aventuras foram publicadas em uma série de contos e romances ao longo do final do século 19 e início do século 20.

Apesar de não ser uma figura histórica, Sherlock Holmes é amplamente reconhecido como um dos personagens mais icônicos da literatura mundial e tem sido objeto de inúmeras adaptações em várias formas de mídia, incluindo cinema, televisão, teatro, rádio e jogos de vídeo.

Dicas de séries para sua próxima maratona:

Sherlock (2010-2017)

 

Produzida pela BBC, Sherlock (Benedict Cumberbatch) apresenta uma abordagem contemporânea das aventuras de Sherlock Holmes e seu fiel amigo, o Dr. John Watson (Martin Freeman). Juntos, eles resolvem crimes intrincados na Londres moderna.

Mesmo com apelo dos fãs para um retorno, a série teve apenas quatro temporadas. No elenco, Mark Gatiss interpretou o irmão mais velho de Sherlock, Mycroft Holmes. A trama ainda apresentou uma versão sombria e assustadora de Enola, muito diferente da adaptação feminista da Netflix protagonizada por Millie Bobby Brown.

Elementary (2012-2019)

elementary

Na  adaptação moderna das histórias de Sherlock Holmes, o detetive consultor é retratado como um ex-viciado em drogas em recuperação, que trabalha ao lado de Joan Watson, uma cirurgiã que se torna sua parceira e cuidadora. Jonny Lee Miller interpreta o papel do detetive, enquanto Lucy Liu é sua fiel escudeira.

Leia mais:   Cobra Kai: quando estreia a última temporada?

O fato de escalar uma mulher para o papel do melhor amigo de Sherlock criou polêmica no início da série, mas logo o assunto foi superado devido à boa recepção da crítica e do público.

Elementary teve sete temporadas.

Miss Sherlock (2018-)

miss sherlock

E que tal uma adaptação diferente da história de Sherlock Holmes? A série japonesa reimagina o detetive aclamado como uma mulher no Japão moderno. Miss Sherlock é uma detetive brilhante e excêntrica que trabalha ao lado da Dra. Wato Tachibana para resolver casos complexos.

Tem uma temporada e o elenco principal conta com Yuko Takeuchi e Shihori Kanjiya.

Qual série do detetive é a sua preferida? Conta para gente nos comentários.

Organize sua maratona com o nosso Planner!

Inscreva-se
Notificação de
guest

0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários