Skip to main content

A partir do dia 23 de janeiro, a franquia Star Trek (Jornada nas Estrelas) ganha uma nova atração e – desta vez – ela é protagonizada por uma grande estrela da série original. Patrick Stewart volta ao papel do Capitão Jean-Luc Picard para estrelar um seriado produzido pela CBS All Access. No Brasil, ele será exibido com exclusividade pelo Amazon Prime Video. 

Continua após a publicidade..

Star Trek: Picard é ambientada logo após os acontecimentos de Jornada nas Estrelas: A Nova Geração (1987-1994). A trama acompanha as aventuras do capitão da Frota Estelar num momento diferente de sua vida.

Assista ao trailer de Star Trek: Picard 

Continua após a publicidade..

Inclusive, o programa já foi renovado para a segunda temporada no final de 2019. 

Em visita ao Brasil –  durante a CCXP 2019 –  o elenco da série falou sobre a emoção de contracenar com Stewart e o diferencial da trama no universo da franquia.

Confira, abaixo, os melhores momentos do bate-papo com Santiago Cabrera, Michelle Hurd, Isa Briones e Jonathan Del Arco. 

A palavra éEsperança’: Michele, que vive Raffi, comentou que o show tem como premissa mostrar a diversidade e bondade entre as pessoas. “Você verá logo no primeiro episódio que tem muita confiança e amor envolvido entre eles”. 

A ator Jonathan Del Arco, que também volta a interpretar Hugh, ressaltou que a franquia sempre tocou em assuntos importantes. “Esta em especial é ambienta em um momento muito delicado, em um universo muito frágil e desesperado. E não existe ninguém melhor do que Picard para trazer humanidade neste contexto”. 

star trek picard ccxp 2019

Elenco de Star Trek Picard na CCXP 2019: Jonathan Del Arco, Isa Briones, Michelle Hurd e Santiago Cabrera. © Pop Séries/Reprodução Proibida

Trabalhar com Patrick Stewart: Todos os atores foram unanimes em elogiar o protagonista e dizer o quanto ele é gentil e humilde no set de filmagem. Isa conseguiu sintetizar a emoção em um depoimento. “Acho que todos, provavelmente temos a mesma história sobre como é contracenar com Patrick Stewart. Todos estávamos nervosos e ele gentilmente se mostrou um companheiro de equipe. Pessoalmente, achei que fosse desmaiar, mas ele segurou na minha mão e nos respiramos por alguns minutos”, contou aos risos a interprete de Dahj. 

O diferencial de Star Trek: Picard: Jonathan contou que a série parece ser um filme com 10 horas de duração. Porém, a trama mostra uma profundidade nos relacionamentos algo que ele acredita que ainda não foi muito explorado. 

“Todos estão vivendo momentos de muita vulnerabilidade. Nós temos esse grande capitão, somos gênios em mecânicas e tecnologias. Mas estamos emocionalmente quebrados”, disse Isa. “Não há momentos em que dissemos: “Eu tenho certeza absoluta do que estamos fazendo”.

‘Star Trek: Picard’ não é uma continuação do ‘A Nova Geração’, diz produtor

Como é fazer parte de Star Trek? Para Michele, o trabalho tem um lado pessoal emocionante. Ao fazer a audição, ela se recordou da época em que assistia ao seriado com sua família. “Meu pai nos encorajava a ver Star Trek como família porque ele se sentia representado no show”, disse a atriz. “Era um programa que celebrava a harmonia, a convivência, que deixava todas as diferenças de lado”. 

Já para Jonathan há uma grande pressão envolvida. “É diferente. O personagem está caminhando para um outro nível e fãs são parte da história do Star Trek. É uma grande responsabilidade fazer parte desse legado”, finalizou. 

Organize sua maratona com o nosso Planner!

Pop Séries

A equipe do Pop Séries! reúne as principais notícias e novidades das séries de TV.