Skip to main content

Imelda Staunton vive a rainha Elisabeth na nova fase

The Crown estreia sua quinta temporada no dia 9 de novembro com novas histórias marcantes da família real britânica.

Confira a sinopse da nova temporada e o que esperar desse grande sucesso da Netflix.

The Crown quinta temporada

A série entra nos anos 1990 um período muito tumultuado na vida da realeza britânica que lutava, a duras penas, para manter seu prestígio e suas tradições.

A série vai mostrar o polêmico divórcio entre Diana e Charles que foi acompanhado pela impressa mundial. Também veremos os bastidores desse escândalo e o sofrimento da princesa Diana. Outro divórcio marcante na série é o do príncipe Andrew e da princesa Anne.

Amada pelo mundo, a princesa de Gales reacendeu a curiosidade e admiração entorno da família real, chegando a se sobressair a rainha em algumas ocasiões. O amor por seus filhos também é evidenciado na quinta temporada, que promete ser uma das mais emotivas.

O nome da família real estampava os principais tablóides e foi nessa época que a rainha processou o The Sun. O incêndio no castelo de Windsor que tomou proporções épicas e destruiu 115 quartos também ganhará destaque, bem como a investigação e possíveis envolvidos.

Morte da princesa Diana

Um dos assuntos mais delicados a serem retratados na série é a morte da inesquecível da princesa de Gales – a conhecida também como a princesa do povo. Sendo esse um assunto muito sensível não somente para os admiradores de todo o mundo, mas também para a família, a Netflix foi questionada sobre como seria retratada a tragédia.

O acidente que vitimou a princesa e o seu namorado em Paris, marcando a data de 31 de Agosto de 1997 para sempre, foi alvo de muitas especulações na mídia. Uma das mulheres mais fotografadas da história morreu enquanto fugia de um paparazzi. É esperado que a série mostre o sofrimento dos filhos e dos familiares mais próximos.

O porta-voz da plataforma disse em entrevista ao The Sun que o momento da colisão não será mostrado por respeito aos familiares, e que todas as ideias apresentadas foram sumariamente rejeitadas.

Ele ainda disse que “[A série mostrará] o veículo [de Diana e Dodi] deixando o hotel The Ritz depois da meia-noite, enquanto eram perseguidos pelos paparazzi. Veremos, ainda, as consequências da morte da princesa, com o embaixador britânico na França entrando em ação com o Ministério das Relações Exteriores e as repercussões constitucionais subsequentes.”

  Kevin Bacon: ícone dos anos 80 ganha nova vida na TV

Espera-se que o seriado mostre a comoção popular nunca antes vista pela família real. Diana era amada e acessível, quebrava protocolos para se aproximar do seu povo.

Vale lembrar que a princesa era entusiasta das causas filantrópicas, não somente pelo dever real mas por amor aos necessitados. Quem não se lembra da foto icônica onde Diana segura as mãos de um paciente soropositivo, mostrando ao mundo que a doença não era transmitida pelo toque.

Por essas e outras demonstrações de humanidade que a princesa é tão querida e sua partida será representada da forma mais delicada possível.

Elenco de The Crown

O salto temporal mostrará a realeza mais madura e vivendo um dos períodos mais difíceis de sua história. Confira as mudanças para essa nova fase:

– Na quinta temporada, Imelda Staunton dá vida a rainha Elizabeth II, em substituição a Olivia Colman.

– Emma Corrin cede a vez para Elizabeth Debicki no papel de princesa Diana.

– Príncipe Charles também conta com uma mudança nos atores: sai Josh O’ Connor e entra Dominic West.

– Príncipe Philip, antes interpretado por Tobias Menzies, agora conta com a atuação de Jonathan Pryce.

– Lesley Manville junta-se ao elenco como princesa Margaret, antes interpretada por Helena Bonham Carter.

– Olivia Williams interpretará Camilla Parker, substituindo Emerald Fennell.

– O ator Rufus Kampa fará a versão adolescente do príncipe William, ficando para Ed McVey a fase jovem-adulto. Senan West dará vida ao príncipe adulto.

– Kate Middleton será representada por Meg Bellamy.

– Amir El-Masry interpretará o bilionário Mohamed Al-Fayed, pai do namorado de Diana.

Morte da rainha Elizabeth II

Um momento marcante durante as gravações foi a morte da rainha Elizabeth II. Em respeito ao luto, a série paralisou as filmagens.

O final previsto para a série será no começo dos anos 2000 e ocorrerá na sexta temporada. Sendo assim, a morte da rainha não terá um impacto sobre o enredo já fechado.

A atriz Claire Foy, que interpretou a monarca disse em entrevista: “Ela uniu as pessoas e era um símbolo de longevidade, dignidade e graça”. Claire deu vida a Elizabeth nas duas primeiras temporadas de The Crown.

O teaser lançado no dia 31 de bovembro traz uma linda homenagem a rainha, mostrando sua evolução ao longo da história contada. De forma honrosa e delicada, a produção conseguiu homenagear um ícone do nosso século.

  Animes de vampiros: 12 séries para os fãs do sobrenatural

Resumo das temporadas de The Crown

Primeira temporada

A jovem Elizabeth case-se com Príncipe Philip e assume o trono inglês após a morte de seu pai, o rei George VI. Aliás, seu pai só se tornou rei pois seu irmão Edward VIII renunciou ao trono para viver um grande amor – sem esse acontecimento Elizabeth não estaria na linha direta de sucessão.

Em meio aos tramites de reconhecimento de sua nova posição, a rainha também tem o desafio de estabelecer um bom relacionamento com o primeiro ministro Winston Churchill. Ele foi um dos responsáveis por ajudar a soberana a entender o seu papel político e social, e também foi um dos seus maiores admiradores.

Uma das principais lições que a monarca aprende é que “a coroa deve prevalecer”. Ou seja, seus deveres enquanto soberana se sobrepõe as suas vontades pessoais e até a sua família.

A jovem também descobre que seu poder é meramente figurativo e que, ante situações governamentais, ela somente dava apoio aos homens que realmente detinham o poder. Em uma das cenas a rainha diz: “Não fazer nada é o trabalho mais difícil de todos.”

O elenco conta com Claire Foy como Elizabeth, Matt Smith interpretando Philip Mountbatten, Vanessa Kirby como Margaret, Eileen Atkins como a rainha Mary, entre outros.

Segunda temporada

A temporada é mais focada nas questões familiares, principalmente na crise no casamento da rainha Elizabeth e de Philip.

Um dos pontos altos dessa temporada é o encontro entre a rainha e John e Jackie Kennedy, tido como o melhor episódio da temporada por vários críticos. No final, é relatado a morte de John Kennedy de uma maneira avassaladora.

Somos apresentados a conturbada adolescência de Philip e a infância de Charles. O pai foi mandado para um rigoroso internato para que se “tornasse um homem”. Charles nos é apresentado como uma criança sensível que não deseja o mesmo destino, mas seu pai quis que o filho passasse pelo mesmo rigor educacional que ele.

Margaret é mais evidenciada e acompanhamos o drama de seu amor que não pode ser realizado. Vemos também a batalha entre as Forças Armadas da Inglaterra e o Egito, conflito tido como ilegal. Além disso, a jovem rainha enfrenta seus primeiros desafios diplomáticos e um escândalo retira o primeiro ministro Harold Macmillan de seu cargo.

  'Maxton Hall: O Mundo Entre Nós' é o novo romance do Prime Video

Aqui Claire Foy, Matt Smith e Vanessa Kirby continuam dando vida aos membros da família real inglesa.

Terceira temporada

Com um salto temporal, vemos a rainha Elizabeth madura no auge de seus 50 anos e tendo que lidar com as consequências do pós-guerra e também com uma onda de movimentos antimonarquistas que pipocavam por toda a Europa.

Vemos Charles já adulto e os reflexos de uma criação distante e fria. Mas o ponto alto fica por conta da princesa Margaret, que exerce fascínio no mundo todo mais é menosprezada pela própria família. Sua relação com a rainha (sua irmã) é sempre pautada em competição, mas no final mostra o amor incondicional existente entre as duas.

Nesse período, as relações entre a família real e os ingleses estava desgastada e manchada por diversos acontecimentos que desagradavam a população.

O elenco conta com Olivia Colman (rainha Elizabeth II), Tobias Menzies (Philip Mountbatten) e Helena Bonham Carter (princesa Margaret) .

Quarta temporada

Acompanhamos o momento em que Diana e Charles se conhecem bem como o desenrolar do relacionamento, culminando no casamento real. Toda a comoção da impressa e do povo para com a nova e fascinante integrante da realeza inglesa também fica em evidência.

Diana floresce para o grande publico e podemos notar que, mesmo pertencendo a uma família influente, a entrada na realeza foi muito difícil no início. A icônica cena de Diana andando de patins nos corredores do palácio mostra como ela ainda era jovem e imatura para aquele mundo. Lembrando que quando ela conheceu Charles tinha apenas 16 anos, casando-se com ele aos 19.

Outro ponto central é o relacionamento da primeira-ministra Margaret Thatcher e da rainha Elizabeth, duas mulheres fortes e poderosas com um contato tenso entre si.

O intruso do Palácio de Buckingham também é relatado nessa temporada. Para quem não sabe, Michael Fagan invadiu o castelo e também os aposentos da rainha em 1982 – parece uma história fictícia mais não é.

Os nomes de Olivia Colman, Tobias Menzies e Helena Bonham Carter se mantêm no elenco e somos apresentados a Gillian Anderson no papel de Margaret Thatcher.

Todas as temporadas de The Crown estão disponíveis na Netflix.

the crown 5 temporada

Morte da princesa Diana será retratada na quinta temporada de The Crown

Inscreva-se
Notificação de
guest

0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários