Skip to main content

Barry Allen é mais um dos personagens do Arrowverse

The Flash, oficialmente, chegou ao fim. Quando a CW, em parceria com a DC, lançou a série do Arqueiro Verde em 2012, com certeza não tinha a dimensão do que o universo compartilhado de heróis poderia alcançar na TV.

A Marvel dominava o cinema com o grupo dos Vingadores e empreitada de Arrow ainda parecia singela perto de tanto sucesso. Stephen Amell conseguiu conquistar uma legião de fãs como Oliver Queen, o herói em busca de vingança que ficou por anos aprisionados em uma ilha. Os efeitos especiais não eram surpreendentes, mas mesmo assim agradaram o público que não via tal empreitada desde os seriados clássicos da Mulher-Maravilha e do Hulk nos anos 1970.

Depois de uma participação em Arrow, Grant Gustin assumia o papel do herói em sua série própria em 2016. Nem o ator, nem os produtores, acreditavam que The Flash chegasse as nove temporadas e que persistisse com bons índices de audiência até depois da exibição do final de sua precursora.

Assim como nos quadrinhos, Barry Allen é um cientista forense de Central City que adquire habilidades sobre-humanas de velocidade depois de ser atingido por um raio e entrar em coma. Após acordar, ele se torna o super-herói conhecido como Flash, lutando contra o crime na cidade.

 

O herói enfrenta vários desafios e vilões, enquanto trabalha ao lado de sua equipe, conhecida como Time Flash, e lida com questões pessoais, incluindo a resolução do assassinato de sua mãe e a relação com sua esposa Iris West-Allen.

As primeiras temporadas apresentaram personagens queridos pelo público e que transitavam muito bem Arrowverse (que mais tarde seria composto por Supergirl e Legends of Tomorrow). Entre eles, o Flash Reverso (Matt Letscher), também conhecido como Eobard Thawne, o principal antagonista na primeira temporada; Zoom, um velocista de outra Terra que busca se tornar o mais rápido de todos; Savitar, é o vilão principal na terceira temporada e se autointitula “Deus da Velocidade”; Professor DeVoe, também conhecido como O Pensador, que busca “resetar” o cérebro da sociedade para torná-la mais burra; e Cicada, o antagonista da quinta temporada, que deseja eliminar todos os meta-humanos do mundo.

O Time Flash também passou por grandes mudanças ao longo dos anos. Mas alguns deles estiveram presentes até o final da atração; Iris West (Candice Patton), a amiga de infância, jornalista e esposa de Barry; a Dr. Caitlin Snow (Danielle Panabaker), uma médica especializada em bioengenharia e trabalha no Laboratório S.T.A.R.; e o detetive Joe West (Jesse L. Martin), pai adotivo de Barry e um detetive da polícia de Central City. Foi muito gratificante também John Wesley Shipp reaparecer como o Flash de outra realidade, dando apoio de um mentor ao herói.

Uma pena que o público não viu pela última vez Cisco Ramon (Carlos Valdes), desde início um membro essencial da equipe Flash, desenvolvendo dispositivos e equipamentos para auxiliar Barry em suas missões.

Outras participações especiais incluíram Stephen Amell, Nora West-Allen, a filha de Barry Allen (interpretada por Jessica Parker Kennedy), e Kid Flash, o Wally West (Keiynan Lonsdale). As presenças contribuíram para honrar o legado de The Flash, que encerra um ciclo de super-heróis na TV, e criar um clima nostálgico para despedida.

Na nona temporada, Barry enfrentou a Força de Aceleração Negativa, que buscava causar um desequilíbrio no mundo em sua busca por poder. Vimos o herói ser trazido novamente para o dia do assassinato de sua mãe, sem poder evitar o que aconteceria. Mas desta vez ele pode passar um tempo com os seus pais, como uma espécie de redenção da culpa de não ser capaz de impedir um evento fixo no seu destino.

O vilão também escolheu Eddie Thawne como o seu avatar, trazendo de volta Rick Cosnett ao elenco desde a sua morte na primeira temporada. No fim, Barry foi capaz de salvar o dia sem causar nenhuma morte, assim como fez durante toda sua existência. Ele não é um herói sombrio como Oliver, que mata quando é necessário. O personagem sempre foi uma voz de esperança no mundo DC e manteve seus princípios até o final de sua trajetória, mas causando, de vez em quando, alguns distúrbios na linha do tempo.

Agora fica a saudade do mundo criado por Greg Berlanti, Andrew Kreisberg e Geoff Johns. Com a reformulação esperada pela DC, ainda é incerto o caminho que o estúdio irá tomar nas suas produções no cinema e na TV. E até o futuro de Ezra Miller como o herói nos filmes não foi confirmado. Ainda bem que o público, depois de nove anos, pode se perguntar pela uma última vez: “O que o Barry fez com a linha do tempo desta vez?”

the flash 6 temporada

Barry Allen e Kid Flash

Organize sua maratona com o nosso Planner!