Skip to main content

História era protagonizada por Lucy Lawless e Renée O’Connor

Xena, a Princesa Guerreira foi uma das séries de maior sucesso da televisão, sendo exibida em cerca de 108 países ao redor mundo. A atração surgiu como spin-off da série Hércules, onde a protagonista apareceu em três episódios.

Primeiramente, Xena (Lucy Lawless) tentou matar o herói, mas foi convencida a lutar pelo bem. Em seu programa, ela retornou à sua terra natal e encontrou uma jovem chamada Gabrielle (Renée O’Connor). Ela era uma poetisa que gostava de aventuras e que decidiu seguir ao lado da guerreira para registrar a sua jornada heróica.

Com seis temporadas, o seriado foi transmitido pelo canal USA entre 1995 e 2001. No Brasil, fez parte da programação do SBT e da Rede Record.

Qual é a origem da Princesa Guerreira?

A icônica guerreira foi criada por Robert Tapert e John Schulian, que são os diretores e produtores da série. Mesmo o show sendo ambientado na Grécia Antiga, muitos temas atuais (para a época de transmissão) foram abordados – e a fórmula foi puro sucesso.

Xena nasceu em Anfípolis, na Heláde (atual Grécia), era filha de uma taberneira, Cyrene, e do guerreiro Atrius e tinha dois irmãos mais velhos, Toris e Lyceus. Tudo parecia normal na pequena família grega, até que seu pai retorna de uma batalha totalmente embriagado e decide sacrificar sua filha caçula (Xena) como oferenda ao deus Ares. Sua mãe ficou desesperada, e buscando proteger a jovem, mata Atrius, enquanto as crianças dormiam, sem nunca revelar a verdade.

Após a morte do pai, seu irmão mais velho, Toris, toma as rédeas do lar e a ajuda a mãe na taverna. Enquanto isso, Xena e Lyceus, que eram muito unidos, passavam os dias em busca de aventuras e diversão. Ele tornam-se excelentes lutadores, o que deixava a mãe muito orgulhosa.

A vida da jovem muda com a chegada do mercenário Cortese à Anfípolis, um homem de índole duvidosa que pretendia dominar a cidade. Os moradores não tinham conhecimento em batalhas e decidiram se render ao invasor. Mas Xena e Lyceus fizeram um discurso fervoroso pedindo para que os moradores não aceitassem o tirano.

Leia mais:   Mercy: onde está o elenco da série hoje

A batalha que se seguiu foi sangrenta e devastou a cidade, muitos habitantes morreram de forma violenta, entre eles o irmão da protagonista, Lyceus. Mesmo após o banho de sangue, Cortese e seu bando foram expulsos da cidade.

Mas a população voltou-se contra Xena, culpando-a pelas diversas mortes que ocorreram na batalha, e com isso a princesa guerreira deixa sua cidade e decide desbravar outros lugares, visando acumular riquezas para impedir outro ataque em sua terra natal.

Xena consegue alguns seguidores e eles sequestram Júlio Cesar, da rica Roma. A jovem pede um alto valor como resgate, no entanto os dois acabam tendo um caso. Júlio Cesar promete voltar para Xena assim que for liberto, ela aceita o acordo, e o imperador parte para Roma.

Além dos mercenários que acompanhavam Xena, uma mulher chamada M’Lila, uma escrava gaulesa, estava no navio fugindo de seus algozes. A guerreira a acolheu depois que ela a ensinou o golpe do “ponto de pressão”, que foi muito útil para a heroína.

M’Lila tentou alertar Xena sobre Júlio Cesar e suas artimanhas maquiavélicas, mas não teve tempo. Um barco romano se aproximou cheio de guerreiros liderados pelo imperador. Xena e seus companheiros foram presos e sentenciados à morte por enforcamento. Durante a noite, M’lila libertou o bando e salvou a todos.

Só que batalha contra os romanos foi inevitável e Xena acabou com suas duas pernas quebradas. Mais uma vez M’Lila salva Xena, levando-a até um curandeiro que tratou seus ferimentos e usou de acupuntura para acelerar a recuperação da jovem guerreira.

Os romanos descobrem o esconderijo de Xena, e M’Lila, em um ato heróico, coloca-se na frente da amiga recebendo a flecha que lhe era destinada.. O ódio de Xena torna-se incontrolável e ela mata todos os soldados romanos.

Leia mais:   Felicity: onde está o elenco da série hoje

A partir daí. a protagonista acabou virando uma mulher amarga e revoltada, buscando vingar-se de toda a humanidade, viajando até para o Oriente. Em uma de suas longas viagens, ela conheceu Borias que se tornou seu aliado e amante.

Quando o casal chega à China, Borias propôs um acordo com o imperador Chinês, mas Xena acaba sequestrando seu filho. Sentindo-se traído pela parceira, ele entrega Xena ao comandante do país. E ela consegue escapar da morte novamente.

Como Xena ganhou o nome de “Princesa Guerreira”?

Enquanto estava na China, Xena aprendeu novas técnicas de luta com a imperatriz Lao Ma, que se tornou sua mentora. Foi essa amizade que começou a mudar a visão da jovem, apresentando-lhe os valores éticos orientais.

Lao Ma propôs a Xena que a ajudasse a governar o reino, e então a nomeou como “Princesa Guerreira”, mas a jovem não aceitou o convite para permanecer na China.

Xena teve filhos?

A Princesa Guerreira engravidou de Borias, dando a luz a um menino em meio a uma batalha. Sim, ela continuou lutando mesmo sabendo da gravidez!! Inclusive, o ex-amante morreu nessa mesma batalha.

Xena percebeu que sempre estaria em alguma situação perigosa e decide que o mais seguro seria entregar seu primogênito para alguém que pudesse lhe dar segurança, tranquilidade e amor. Ela escolhe Kaleipus, líder dos centauros, que aceitou a missão de criar o garoto, mesmo não gostando muito de guerreira.

Xena e Gabrielle

Após ter percorrido meio mundo e enfrentado diversos inimigos, Xena decide voltar a sua cidade natal, em busca do perdão de sua mãe. No caminho ela encontra um grupo de aldeões que estavam sendo levados como prisioneiros pelo guerreiro Draco. Entre os presos havia uma jovem destemida que enfrentava os soldados. Um dos homens ameaça bater na jovem com um chicote e Xena impede. Esse é o começo de sua história como heroína.

A jovem, chamada Gabrielle, fica encantada com Xena e deseja aprender suas técnicas de batalha. Ela abandona seu grupo e passa a acompanhar a protagonista. E assim começa uma parceria imbatível.

Leia mais:   Todo Mundo Odeia o Chris: onde está o elenco da série hoje

Acompanhe, a seguir, a trajetória profissional do elenco após o fim da série.

Lucy Lawless

xena a princesa guerreira

Ficou conhecida por protagonizar Xena, a Princesa Guerreira. Com o fim do seriado, a atriz participou de diversas séries como Arquivo X (1993-2002), Tarzan (2003-), Two and a Half Men (2003-), Battlestar Galactica (2004-2009), The L Word (2004-2009), No Ordinary Family (2010-), Spartacus: Sangue e Areia/Vingança (2010-), Parks and Recreation (2009-), The Code (2014), Marvel Agents of S.H.I.E.L.D. (2014-2015), Ash vs. Evil Dead (2015-2016) e Salem (2015-2017).

Renée O’Connor

xena a princesa guerreira


A atriz interpretou a companheira fiel de Xena, Gabrielle. Renée não conseguiu muitos papéis de destaque e realizou pequenas aparições nos seriados Mataku (2002-2005), Criminal Minds (2005-) e Ark (2009-). Atuou também nos filmes One Weekend a Month (2004), Words Unspoken (2010), The Usual (2013) e A Question of Faith (2017).

Ted Raimi

xena a princesa guerreira

Participou de diversos filmes de sucesso no cinema como trilogia Homem-Aranha (2002-2007), O Grito (2004) e Oz: Mágico e Poderoso (2013). Na televisão, realizou aparições em CSI:NY (2004-2013), Mestres do Terror (2005-), Code Monkeys (2007-), Legend of the Seeker (2008-2010), Ash vs Evil Dead (2016) e Buddy Thunderstruck (2017)

Kevin Tod Smith

xena a princesa guerreira


O ator interpretou Are, o Deus da Guerra em Hércules e  em Xena, a Princesa Guerreira.  Com o fim da atração, Kevin trabalhou em três filmes para televisão Lawless: Dead Evidence (2001), Warriors of Virtue: The Return to Tao (2002) e Riverworld (2003). Em 2012, o ator faleceu por conta de uma queda de uma torre  num set de gravação na China.

Hudson Leick

xena a princesa guerreira

Na televisão, participou de Fastlane (2002-2003), Tru Calling (2003-2005), CSI: Investigação Criminal (2000-), Shark (2006-2008) e Law & Order: Los Angeles (2010-). No cinema, atuou em Atração Sem Limite (2001), One, Two, Many (2008), Paris Connections (2010), Mid Life Gangster (2013) e Blood Type (2017).

Organize sua maratona com o nosso Planner!

Inscreva-se
Notificação de
guest

2 Comentários
Novos
Antigos Mais votados
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
william haddad
william haddad
7 anos atrás

além do talento ..uma beleza e tanto ..sem contar o sorriso encantador..

william haddad
william haddad
7 anos atrás

além do talento ..uma beleza e tanto ..sem contar o sorriso encantador..