Lucifer: a Fox encontrou seu anti-herói?

  • De San Diego

O que acontece quando Lucifer decide tirar férias do inferno? O impiedoso anjo renegado do céu abre um bar em Los Angeles, cria compaixão e começa a trabalhar como consultor da polícia local.

A ideia da nova série da Fox é criar uma versão alternativa para a história do personagem e apresentá-lo de uma forma mais atraente ao público.

Após presenciar o assassinato de uma colega, o protagonista (Tom Ellis) decide descobrir o culpado pelo crime. Em sua missão, ele conhece a detetive Chloe Dancer (Lauren German), com que cria uma relação especial. A partir daí, o guardião do inferno passa a desenvolver laços com a humanidade que o rodeia.

Veja o promo de Lucifer

PUBLICIDADE

Mesmo com a previsibilidade do roteiro é divertido assistir ao crescimento de Lucifer. Ver o anjo frequentando uma escola primária ou então questionando uma testemunha desperta gargalhadas no público. Afinal, ele não esconde seus poderes e nem o seu real destino de quem conhece, o que o transforma em um excêntrico milionário.

Com tantos anti-heróis na TV americana, reconstruir um nome mundialmente polêmico pode ser uma boa empreitada para Fox. Ou então uma completa decepção. A emissora precisa continuar a investir em um script sagaz e divertido para não cair no esquecimento, assim como Constantine.

Siga com mais notícias da Comic-Con

Julia Benvenuto

Julia Benvenuto

Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e pós-graduada em Jornalismo Cultural pela FAAP. É autora da tese "A Revolução dos Losers: como o seriado americano Glee representa a juventude do século 21".

Sem Comentários

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Pop Séries. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Pop Séries poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.