Skip to main content

Confira a nossa lista com dicas imperdíveis

Se você está em busca de séries feministas, que empoderem, veio ao lugar certo! Vamos conhecer personagens femininas fortes e tramas que desafiam estereótipos de gênero.

Prepare-se para uma jornada através de histórias inspiradoras e corajosas que promovem a igualdade de gênero e destacam a importância da representatividade na televisão. De American Horror Story a Supergirl, essas séries vão conquistar o seu coração e fortalecer a sua visão feminista!

As Telefonistas

As Telefonistas é uma série espanhola ambientada na década de 1920 e acompanha a vida de quatro mulheres que trabalham em uma companhia telefônica. Com enredos emocionantes e poderosos, a série aborda temas como feminismo, relações interpessoais e o desafio de romper com as expectativas sociais da época.

O programa celebra a amizade feminina e a luta por igualdade de direitos em um período de grandes mudanças sociais.

American Horror Story

Em American Horror Story, uma antologia de horror criada por Ryan Murphy, a diversidade é uma força marcante. As temporadas apresentam um elenco talentoso e versátil, com destaque para mulheres que assumem papéis desafiadores e complexos. A série aborda questões sociais relevantes, retratando personagens femininas resilientes que enfrentam seus medos e adversidades.

Cada temporada traz uma narrativa única, quebrando barreiras e exibindo mulheres fortes e corajosas em várias épocas e contextos.

Coisa Mais Linda

Coisa Mais Linda é uma série brasileira ambientada no final dos anos 1950 e início dos anos 1960, que retrata a vida de mulheres que lutam para seguir seus sonhos na indústria musical do Rio de Janeiro. Com personagens carismáticas e talentosas, a série aborda questões de gênero, preconceito e empoderamento feminino em uma época de grandes transformações sociais e culturais no Brasil.

Dickinson

É uma série que traz à tona a importância do feminismo e da representatividade feminina na televisão. Com uma abordagem moderna e envolvente, a série apresenta a vida de Emily Dickinson sob uma luz inspiradora, mostrando o poder das mulheres em desafiar normas sociais e buscar sua própria voz no mundo.

Leia mais:   Fallout: conheça a série apocalíptica do Prime Video

Dickinson é uma escolha imperdível para quem busca séries feministas que celebram a força e a coragem das mulheres ao longo da história.

Confira entrevista com o elenco de Dickinson

Girls

Girls é uma das séries feministas que mergulha na vida real de quatro jovens mulheres em Nova York, abordando amizade, relacionamentos e carreira com autenticidade. Criada por Lena Dunham, o programa é aclamado por sua representação honesta e às vezes desconfortável das lutas e triunfos de mulheres jovens. Ela desafia as expectativas tradicionais da sociedade em relação ao comportamento feminino e quebra tabus ao explorar a sexualidade e a independência financeira das protagonistas.

GLOW

GLOW é uma comédia-drama que retrata a vida de mulheres que se unem para formar uma equipe de luta livre feminina nos anos 1980.

A série aborda questões de empoderamento feminino, identidade, amizade e superação de desafios em um ambiente predominantemente masculino. Com personagens carismáticas e performances emocionantes, GLOW celebra a força e a coragem das mulheres que se recusam a ser definidas por padrões tradicionais de gênero.

Good Girls

Good Girls segue a jornada de três mães suburbanas que decidem se unir e se envolver em atividades criminosas para garantir a segurança financeira de suas famílias.

A série aborda temas como empoderamento feminino, maternidade e o desafio de equilibrar responsabilidades familiares com escolhas difíceis. Com um toque de humor e momentos emocionantes, Good Girls destaca a força e a determinação das mulheres diante das adversidades.

How to Get Away With Murder

How to Get Away With Murder apresenta a poderosa e carismática advogada e professora Annalise Keating, interpretada brilhantemente por Viola Davis. Além de envolver os telespectadores em tramas emocionantes, a série destaca questões importantes, como justiça social, direitos civis e o papel da mulher no sistema de justiça criminal. Annalise Keating é uma personagem cativante que desafia normas e luta pelos direitos de seus clientes, tornando-se um ícone do empoderamento feminino na TV.

how to get away with murder

How to Get Away with Murder

Masters of Sex

Em Masters of Sex, somos transportados para o mundo da ciência e da sexualidade na década de 1950 e 1960. A série conta a história real dos pesquisadores William Masters e Virginia Johnson, que revolucionaram o estudo da sexualidade humana.

Leia mais:   Pinguim: vilão do Batman ressurge em série da Max

Virginia Johnson é uma personagem notável, retratada como uma mulher à frente de seu tempo, enfrentando preconceitos e desafios em uma época em que as mulheres tinham poucas oportunidades na academia e na ciência. Com certeza, um dica obrigatória na nossa lista de séries femininas.

Orange is the New Black

Orange is the New Black é uma série carregada de empatia e humanidade, que explora as vidas de mulheres em uma prisão feminina. Com um elenco diversificado, a série aborda questões como racismo, homofobia, maternidade e abuso, enquanto destaca as conexões e a solidariedade entre as detentas.

Com personagens bem desenvolvidas, a série oferece uma visão penetrante da vida das mulheres encarceradas e dos desafios que enfrentam para sobreviver e manter a esperança.

Shades of Blue

Shades of Blue é uma série policial que destaca a história da detetive Harlee Santos, interpretada por Jennifer Lopez. A série retrata uma mulher forte e corajosa, dividida entre a lealdade a sua equipe e a luta contra a corrupção policial.

Harlee enfrenta dilemas éticos e morais, enquanto busca justiça e equidade em um sistema corrupto e desafiador. Com temas relevantes e uma protagonista empoderada, Shades of Blue é uma das séries feministas que prende a atenção e inspira o público.

Supergirl

Em Supergirl, somos apresentados à famosa personagem da DC Comics, Kara Zor-El, a prima do icônico Super-Homem. A série aborda o conceito de superpoderes femininos e oferece uma visão inspiradora de uma heroína que lida com dilemas e desafios tanto em sua identidade de super-heroína quanto em sua vida pessoal.

Leia mais:   Sweet Tooth: Gus procura a mãe na 3ª temporada

Supergirl destaca valores como coragem, compaixão e resiliência, representando uma poderosa inspiração para mulheres e meninas.

The 100

The 100 é uma das séries femininas pós-apocalíptica que acompanha a luta pela sobrevivência de um grupo de jovens na Terra após uma devastadora guerra nuclear.

A protagonista, Clarke Griffin, é uma líder corajosa e inteligente, cujas decisões moldam o destino de seu povo. A série aborda questões de liderança, responsabilidade e lealdade, enquanto apresenta personagens femininas poderosas e complexas que desafiam os estereótipos tradicionais de gênero em um mundo hostil.

Quem morre na série The 100?

The Bold Type

Em The Bold Type, acompanhamos a trajetória de três amigas unidas em busca do sucesso em Nova York. Jane, Kat e Sutton trabalham para a revista feminina global Scarlet, comandada pela editora-chefe Jacqueline Carlyle.

Cada uma delas enfrenta desafios profissionais e pessoais, enquanto buscam realizar seus sonhos e encontrar o amor verdadeiro. A série explora temas contemporâneos, empoderamento feminino e a importância da amizade no ambiente corporativo.

 

As séries feministas não apenas entretêm, mas também empoderam, inspiram e desafiam as normas sociais. Elas oferecem um leque diversificado de personagens femininas, cada uma com suas lutas, triunfos e jornadas únicas. Ao romperem barreiras e abordarem temas sensíveis, essas séries proporcionam uma valiosa contribuição para a representatividade feminina na televisão.

Organize sua maratona com o nosso Planner!