Skip to main content

spoilerA quarta temporada de Orphan Black – exibida recentemente na televisão americana – decidiu enfatizar a ficção científica. Nos novos episódios exibidos, Sarah e suas irmãs tiveram de enfrentar toda a ira da Neolution e confrontar uma cientista que tinha como foco destruí-las para o bem da evolução humana.

Confira mais informações sobre a quarta temporada de Orphan Black

Sarah também passou por uma jornada de autoconhecimento e sofreu diante da pressão de ser responsável por todas as suas irmãs. A protagonista teve uma aproximação com Beth – muito bem entrelaçada em flashbacks – e compartilhou de todas as angústias da detetive, que suicidou-se para o bem das demais clones. Sarah mostrou um lado mais vulnerável se rendendo ao seu passado destrutivo e enfrentando seus demônios internos, além de seus inimigos implacáveis.

Orphan Black: veja prévia do penúltimo episódio do quarto ano

Orphan Black - Temporada 4

Krystal (Tatiana Maslany) foi responsável pela cenas de comédia da temporada

Mais uma vez, o talento de Tatiana Maslany é incontestável. Sua versatilidade aumenta a cada temporada, ao passo que mais clones são criados. O surgimento de novas personagens agrega mais agilidade à trama. Este ano, foi possível passar um tempo conhecendo Beth, uma personagem tão decisiva no início do programa. Somado a isso, o público compartilhou as neuroses de M.K. e se divertiu com as novas cenas de Krystal. A manicure insiste em negar toda a sua origem e afirma ter descoberto um grande esquema de corrupção da indústria estética.

  Minha Lady Jane: série de época recria fatos históricos

Orphan Black: Sarah questiona lealdade de Alison

Ao mesmo tempo, o arco narrativo que envolve Alison teve mais tons dramáticos do que cômicos. A dona de casa questionou a sua fé e desafiou seus valores para salvar a vida do marido. Já Cosima teve momentos angustiantes, mas conseguiu encontrar a cura da doença dos clones e descobrir que Delphine está viva.

Orphan Black: assista ao promo do season finale

Em relação à trama, o seriado parece que percorreu um grande caminho para voltar às sua origens. Depois da criação de clones masculinos e de outros vilões que ameaçam à vida das protagonistas, a narrativa utilizou elementos para concentrar o enredo no relacionamento genuíno e conturbado de suas protagonistas. No próximo ano, Rachel voltará a ser a principal ameaça de Sarah e fará de tudo para destruir as suas sestras.

Organize sua maratona com o nosso Planner!

Inscreva-se
Notificação de
guest

0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários