Skip to main content

Projeto é assinado pelo diretor Tim Burton

Um novo spin-off de A Família Addams está chegando à Netflix. Estamos falando da série da Wandinha Addams que chega à plataforma em 23 de novembro.

Se não bastasse a popularidade da personagem, Tim Burton é quem assina a obra e faz sua estreia na televisão.

Aqui conhecemos Wandinha, uma aluna peculiar da Nancy Reagan High School, mas que não se encaixa lá. Depois de se vingar do time de valentões do polo aquático, com um monte de piranhas assassinas na piscina, a garota é então matriculada na Nevermore Academy, uma escola particular para desajustados que já foi frequentada por seus pais, Gomez e Mortícia, no passado.

A nova escola conta com diversos seres sobrenaturais entre eles, lobisomens, vampiros, sereias e górgonas. Longe se ser um espaço seguro, o colégio tem muitos segredos, além de uma criatura misteriosa que está matando pessoas na floresta que abrange a propriedade.

Elenco de Wandinha

Nomes de peso integram a trama de Wandinha. No papel principal, Jenna Ortega vive a garota peculiar com poderes sobrenaturais.

Catherine Zeta-Jones está deslumbrante no papel da matriarca Mortícia e Luis Guzman dá vida ao pai da protagonista, Gomez Addams.

Enquanto, Gwendoline Christie faz diretora da escola onde Wandinha irá estudar, Larissa Weems. Ela será uma grande opositora ao estilo de vida dos Addams, sem contar que a personagem conhece Mortícia dos tempos de escola.

Outro destaque é Christina Ricci, que interpretou Wandinha nos filmes de Barry Sonnenfeld, e está confirmada na série. Sua personagem será muito importante para o enredo, mas está totalmente distante do seu trabalho anterior. Ela dará vida a professora Miss Thornhill.

Com um enredo que oscila entre a comédia e o mistério, a série está dividida em oito partes e mostrará Wandinha enfrentando os problemas adolescentes comuns de sua idade e também a dificuldade em dominar seus poderes sobrenaturais. Muitos mistérios irão se revelar na série como: bibliotecas proibidas, maldições, sociedades secretas e todo o tipo de estranheza que envolve a família peculiar.

Fred Armisen dará vida ao Tio Chico, um dos personagens mais amados da trama. Os fãs também estão ansiosos por sua aparição!

No painel de apresentação da série na Nova York Comic-Con, a atriz Jenna Ortega falou sobre o papel: “Eu me senti muito sortuda. Não consigo pensar em uma personagem tão emblemática, com tantos fãs como Wandinha. Então, com uma oportunidade como essa, você precisa aceitar logo. É uma honra!”

Leia mais:   Sweet Tooth: Gus procura a mãe na 3ª temporada

O co-criador da série, Miles Millar, também deu seu parecer sobre a importância da personagem nos dias atuais: “Wandinha é uma personagem emblemática por inúmeras razões. Ela é incrivelmente confiante, estranha, pequena, corajosa, toca instrumentos, tem muito conhecimento e não vê necessidade de pedir desculpas sobre isso. Todo mundo pode se inspirar. Não tem idade!”

É melhor que A Família Addams?

Há pequenas aparições dos membros da Família Addams ao longo da trama, criados originalmente em 1930 pelo cartunista Charles Addams. Assim como em outras produções, na série eles são peculiares e não se importam nenhum pouco com a opinião alheia. E, embora todos os seus integrantes participem em um determinado momento, o único nome recorrente é o Mãozinha, que age como um amigo fiel a Wandinha.

Tim Burton atua como produtor executivo e dirige o piloto. Mas a narrativa não acompanha a visão da lenda do cinema. São tantos mistérios praticamente jogados ao público que a história é por si só caótica.

Primeiro Wandinha tenta escapar da escola e lidar com a aparição de suas visões psíquicas, logo depois cadáveres mutilados começam a aparecer na cidade local. Descobrimos, então, que há um monstro matando pessoas. Depois somos apresentados a uma rivalidade antiga de Weems e Mortícia, que esconde em seu passado um crime não resolvido. E ainda há um enredo maior, onde Wandinha tem que descobrir o que sua ancestral está tentando lhe dizer, sobre a volta de um grande inimigo, uma ameaça a todos que são diferentes … É muita coisa para somente uma temporada e, infelizmente, as subtramas dos personagens coadjuvantes são poucos desenvolvidas.

Tirando isso, espere por uma atuação cativante Jenna Ortega. A jovem atriz não decepciona e consegue viver com profundidade todas as peculiaridades de Wandinha.

E mesmo que a identidade dos vilões pareçam manjadas aos olhos do público, ver a personagem crescer, enfrentar dificuldades e lidar com o diferente é o maior trunfo da trama.

Curiosidades de Wandinha

A série começou a ser pensada em 1991. Porém, Tim Burton estava na direção de Batman: O Retorno (1992) o que impossibilitou o desenvolvimento do projeto. Em 2010, houve uma tentativa de retomada, com a ideia um filme em stop motion, porém ela não vingou.

Leia mais:   Bebê Rena: série é baseada em fatos reais?

Somente em 2020 a Netflix mostrou-se aberta para tocar a empreitada, com criação de Alfred Gough e Miles Millar, que inclusive já trabalharam juntos em diversas produções. No time responsável há ainda Gail Berman, Kayla Alpert, Steve Stark, Andrew Mittman e Jonathan Glickman.

A trilha sonora ficou com a responsabilidade de Danny Elfman, que já trabalhou com Tim Burton diversas vezes, e Chris Bacon.

O seriado foi gravado na Romênia, mais precisamente na capital Bucareste. As gravações começaram em setembro de 2021 e terminaram em fevereiro 2022. Com paisagens e arquitetura bem marcantes, e no estilo da Família Addams, a escolha foi perfeita.

 As versões da Família Addams

E se você não viu os filmes clássicos da Família Addams, acompanhe agora as indicações que irão entregar tudo o que você precisa saber os personagens mais assustadores e amados do mundo.

Gomez, Mortícia, Wandinha, Feioso, Tio Chico, Mãozinha, Tropeço e toda a trupe são criação de Charles Addams. Nos anos 1930, os desenhos do cartunista eram considerados uma sátira do ideal de família perfeita muito disseminada na época.

É interessante notar que os Addams não são necessariamente assustadores, mas sim peculiares e não se importam com os outros. Para a época em que foram criados, a liberdade de ser e existir não era muito bem vista pela sociedade. Ao mesmo tempo em que a família tinha uma veia cômica, que conquistava a todos ,ela era repleta de crítica social.

Inicialmente, a obra de Charles foi publicada na aclamada revista New Yorker. Mas, em 1991, após a morte de seu criador, o enredo ganhou o mundo na célebre adaptação para o cinema, com Anjelica Huston como Mortícia e Raúl Júlia como Gomez.

Confira, abaixo, as versões da família mais inusitada e apaixonante da TV.

Na TV e no cinema

Em 1964, ocorreu a primeira adaptação para a televisão, exibida pelo canal ABC, com direção de David Levy. O programa contou com duas temporadas de sucesso, sendo transmitido no Brasil pela Globo, Record, Nickelodeon, Rede Brasil e Multishow.

Leia mais:   Heartstopper: saiba quando estreia a 3ª temporada

Em 1972, a família Addams fez uma participação especial em um dos episódios da série de desenho animado Scooby-Doo. No encontro, Scooby e seus amigos acabam de babá da Wandinha e do seu irmão Feioso, o mistério começa com o desaparecimento da garota na estranha mansão Addams.

A participação fez muito sucesso e acabou gerando 16 episódios animados em 1973. Jodie Foster, com apenas 11 anos, dublou Feioso nesta série, você sabia?

Em 1977, a NBC fez um especial intitulado Halloween com a nova Família Adams. O programa trouxe John Astin e Carolyn Jones nos papéis de Gomez e Mortícia, respectivamente. Na trama, o casal é vítima de um grupo de bandidos, que logo acabam percebendo que mexeram com a família errada!

Mas foi em 1991 que a obra estourou novamente no mundo todo. O filme, que contou com Christina Ricci, Christopher Lloyd, Anjelica Huston e Raul Júlia, trouxe a história novamente aos holofotes. Anjelica foi, inclusive, indicada ao Globo de Ouro pela sua maravilhosa interpretação como a matriarca da família. Em 1993, eles resolvem replicar a fórmula em A Família Addams 2, mantendo o mesmo elenco. Obviamente, o sucesso se repetiu.

Uma terceira versão com os mesmos atores chegou a entrar em pré-produção, porém o falecimento do ator Raul, em 1994, fez com que o projeto fosse abandonado. Ainda nos anos 1990, mais especificamente entre 1992 e 1993, o clã voltou à cena no formato de uma animação.

Em 1998, foi lançado O Retorno da Família Addams, com Daryl Hannah e Tim Curry como Mortícia e Gomez. Aqui o enredo apresenta características de um humor mais ácido, não voltado para o público infantil.

De 1998 a 1999, inicia-se a série A Nova Família Addams, com 65 episódios no formato de sitcom. John Astin, que interpretou Gomez nos anos 1960, volta ao universo como vovô Addams.

Em 2019, os Addams retornam ao cinema depois 26 anos. Agora, na forma de animação, os personagens contaram com as vozes de Oscar Isaac, Charlize Theron, Snoop Dogg e Chloë Moretz. Nem é preciso dizer que o sucesso foi estrondoso, com uma arrecadação que superou a marca de U$200 milhões. A sequência, A Família Addams 2: Pé na Estrada, faz um resgate da história original da primeira série de animação da família.

familia addams

Filme de animação A Família Addams

Organize sua maratona com o nosso Planner!

Inscreva-se
Notificação de
guest

0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários