Skip to main content

Henry Cavill se despede do papel de Geralt de Rivia

The Witcher é a escolha certa para quem gosta de um bom enredo de fantasia. As aventuras do bruxo Geralt de Rivia, interpretado por Henry Cavill, gera fascínio em fãs de todo o mundo.

Com a terceira temporada confirmada para 2023, o que podemos esperar da nova fase da trama?

Confira tudo sobre a série e saiba qual será o futuro de Henry Cavill na produção.

Continua após a publicidade..

The Witcher 3ª temporada

Durante o Tudum, a Netflix revelou novidades da nova temporada da série. No pôster divulgado, vemos o medalhão de Geralt de Rivia (Henry Cavill) despedaçado!

Os fãs da série entraram em êxtase na expectativa de mais aventuras do bruxo. Afinal, a nova fase irá contar com cenários surpreendentes, tendo como locações a Eslovênia, Croácia, Inglaterra e País de Gales. Podemos esperar paisagens de tirar o fôlego!

Além dos cenários inexplorados, o elenco também conta com novidades: Ryan Hayes dá vida ao mago Artaud Terranova, que participou do golpe da Ilha de Thanedd, e Kate Winter será Putney. Michalina Olszanska também fará parte da terceira temporada de The Witcher como uma misteriosa feiticeira. Já Martyn Ellis será Barker.

Outros nomes como Meng’er Zhang como Milva, Robbie Amell como Gallatin, Hugh Skinner como Radovid e Christelle Elwin como Mistle foram confirmados. Os atores Harvey Quinn e Poppy Almond também participam, mas seus personagens não foram revelados.

A terceira temporada adaptará o livro da saga do escritor Andrzej Sapkowski, Tempo do Desprezo, e a Netflix já liberou a sinopse oficial: “Enquanto monarcas, magos e feras do continente competem para capturar Ciri, Geralt a leva para um esconderijo, determinado a proteger sua recém-reunida família contra aqueles que ameaçam destruí-la. Encarregada do treinamento mágico de Ciri, Yennefer os leva à fortaleza protegida de Aretuza, onde ela esperava descobrir mais sobre os poderes inexplorados da garota; em vez disso, eles descobrem que desembarcaram em um campo de batalha de corrupção política, magia negra e traição. Eles devem revidar, colocar tudo em risco — ou arriscar perder um ao outro para sempre.”

Algumas imagens divulgadas ainda durante as gravações dão indícios de que a épica batalha entre Geralt e Vilgefortz será mostrada na terceira temporada.

A data de lançamento está marcada para 29 de junho, o volume 1, e 27 de julho de 2023, o volume 2.

Henry Cavill deixa The Witcher

Para a tristeza dos fãs da saga Henry Cavill irá deixar o seriado. A notícia gerou muita repercussão sobre o real motivo da saída do astro.

Leia mais:   Magnatas do Crime: conheça a série de Guy Ritchie

Em seu primeiro anúncio oficial, Cavill agradece os fãs pelo carinho, confirma sua saída, mas não dá detalhes do motivo. O site de notícias norte-americano Deadline afirmou que ocorreu um conflito entre a agenda do ator e as gravações.

Porém, existem rumores que Henry Cavill estaria insatisfeito com o desdobramento da trama. Vale lembrar que o ator é um fã genuíno da saga e sabe muitos detalhes do mundo de The Witcher.

Independentemente do motivo, a saída de Cavill é uma lástima, pois é visível o esforço do ator para entregar um tom único e inovador ao personagem. O novo nome para dar vida ao místico Geralt de Rivia é Liam Hemsworth, a partir da quarta temporada.

Henry divulgou a seguinte mensagem em suas redes sociais: Em meu lugar, o fantástico Sr. Liam Hemsworth assumirá o manto do Lobo Branco. Tal como acontece com os maiores personagens literários, passo a tocha com reverência pelo tempo gasto encarnando Geralt e entusiasmo para ver a opinião de Liam sobre este homem fascinante e cheio de nuances. Liam, bom senhor, esse personagem tem uma profundidade tão maravilhosa nele, aproveite para mergulhar e ver o que você pode encontrar.”

Decisão tomada só nos resta acompanhar a terceira temporada, nos despedirmos de Cavill e aguardamos ansiosos a estreia de Liam na nova fase da série.

Curiosidades da saga The Witcher

– As armas élficas contêm imagens talhadas com inspiração em animais reais e fictícios. É possível ver cavalos, dragões, serpentes e salamandras. Os animais têm simbologia mística na saga.

– Outra curiosidade é sobre o cavalo usado por Henry Cavill nas duas primeiras temporadas. Zeus é um cavalo que veio da República Tcheca até o local das gravações, esse garanhão também é um campeão em provas equestres.

– Se já não bastasse toda a caracterização impecável, as lentes de contato foram feitas sob medida para todos os atores da série, visando o máximo de conforto e naturalidade.

– O personagem Nivellen teve os pelos de seu corpo inseridos um a um pela equipe de caracterização, sendo uma junção de cabelo humano, pelos de cabra e de iaque. Simplesmente impressionante!

– O chapéu que o personagem Jaskier usa na segunda temporada foi inspirado no figurino de o Gato de Botas, segundo Lucinda Wright, figurinista da série.

Leia mais:   Inacreditável: Dan Aykroyd em nova série de mistério

– Quem se lembra da famosa cena na cabana de Voleth? Pois saiba que foram usadas cerca de 500 baratas vivas que contavam com um tratador. A cena também utilizou mais 2 mil baratas falsas para aumentar o volume. Com certeza gravar essa cena foi um desafio para quase toda a equipe.

– Outra parte marcante da história foi a infecção de Eskel pelo Leshy. A equipe precisou fazer próteses do corpo do ator Basil Eidenbenz e, posteriormente, moldou cada galho com cera em seu corpo. Todo o trabalho durou quase dois meses.

– Durante a segunda temporada, Geralt mostra duas espadas, sendo uma de ouro e outra de prata. O curioso é que as armas tinham 25 versões diferentes, isso mesmo. E para as cenas de batalha, cada espada contava com mais de 10 cópias.

– No episódio 201 acompanhamos a história de Nivellen (Kristofer Hivju), que foi inspirada no conto Um Grão de Veracidade de Sapkowski.

– A icônica cena em que Vereena (Agnes Born) gira a cabeça em 360° foi gravada utilizando poucos efeitos computacionais. O segredo estava em um molde das costas da atriz que foi colocado em seu peito, quando ela girou a cabeça para um lado surtiu o efeito de um giro completo.

– O ator Kim Bodnia, que dá vida a Vesemir, participou de todo o processo criativo do seu personagem. Das vestimentas ao design de sua espada. E se vocês repararem, Vesemir é o único bruxo que carrega sua espada nas costas.

Livros de Andrzej Sapkowski

Se você já é um apaixonado pelas aventuras do bruxo Geralt de Rivia, vale a pena começar a ler a saga literária do escritor polonês Andrzej Sapkowski. A série conta com oito publicações, a seguir a ordem de lançamento; A Espada do Destino (1992); O Último Desejo (1993); O Sangue dos Elfos (1994); Tempo do Desprezo (1995); Batismo de Fogo (1996); A Torre da Andorinha (1997); A Senhora do Lago (1999); Tempo de Tempestade (2013).

Os livros de contos, que são os primeiros da saga, revelam muito do passado de Geralt e de outros personagens importantes. Já os romances têm foco a história de Ciri, a princesa que é protegido pelo bruxo, e a relação dos dois.

A ordem de leitura dos livros pode variar, alguns preferem a sequência em que as publicações foram lançadas, enquanto outros optam por ordens diferentes. Uma das maneiras mais comentadas é a inversão dos dois primeiros livros, ou seja, O Ultimo Desejo primeiro e depois A Espada do Destino.

Além dos livros da série

O sucesso do universo de The Witcher é tamanho que as aventuras de Geralt extrapolaram os livros e a série, chegando ao mundo das HQs e dos games.

Leia mais:   O Simpatizante: Robert Downey Jr. em série da HBO

Os quadrinhos foram desenvolvidos em parceria com a empresa CD Projekt Red e a Dark Horse. Já foram publicadas oito histórias que funcionam como um complemento dos games. E por falar no jogo, The Witcher já um dos games mais acessados da internet, os gráficos de extrema qualidade são muito elogiados pelos críticos.

As HQs não possuem ordem cronológica e vamos listá-los de acordo com a cronologia de publicação; Reasons of State (2011); A casa de Vidro (2014); Os Filhos da Raposa (2015); Killing Monsters (2015); Matter of Conscience (2015); A Maldição dos Corvos (2016); Of Flesh and Flame (2018/2019); Memórias Desvanecidas (2020/2021); Witch’s Lament (2021).

O jogo é tão aclamado quanto as HQs e é considerado um dos maiores sucessos do ramo. Diferentemente da série, os games não são adaptações dos livros, mas sim uma continuação da história contada, portanto os personagens e o enredo apresentam muita liberdade criativa.

E pasmem, o jogo conseguiu alcançar uma popularidade maior que os livros, fazendo com que muitos, que antes desconheciam a saga literária, pudessem se aproximar da obra.

Seja nos livros, na série, nos HQs ou nos videogames, The Witcher conquista todos que buscam por uma boa história de fantasia medieval, com enredo e personagens épicos.

The Witcher: A Origem

A Netflix divulgou a estreia da série spin-off para 23 de dezembro de 2022.

Na trama, ambientada em um mundo élfico, 1.200 anos antes dos acontecimentos de The Witcher, uma luta sangrenta levou à criação do primeiro protótipo de bruxo e a um conflito que resultou na Conjunção das Esferas, onde os mundos dos monstros, dos humanos e dos elfos passaram a ser um só.

O projeto é comandado pelo showrunner e escritor Declan De Barra e dirigido por Sarah O’Gorman e Vicky Jewson.

No elenco, Sophia Brown e Laurence O’Fuarain interpretam Éile e Fjall, dois guerreiros afastados de seus clãs, Michelle Yeoh é Scían, uma mestre da espada e a última de sua tribo, Mirren Mack é a princesa Merwyn, Lenny Henry é o chefe Sage Balor e Minnie Driver é Seanchaí.

Organize sua maratona com o nosso Planner!