Skip to main content

Descubra a verdade por trás da ficção

A série The Good Doctor tem conquistado fãs em todo o mundo com sua história emocionante sobre um jovem médico com autismo que luta para se destacar em um hospital de prestígio. Mas será que a série é baseada em uma história real? Contamos mais sobre a inspiração por trás da série.

Continua após a publicidade..

Trama da série médica

The Good Doctor (ou o Bom Doutor na tradução para o português) estreou em 2017 e é baseada em uma série sul-coreana de mesmo nome. A história segue o Dr. Shaun Murphy, um jovem cirurgião com autismo e síndrome de Savant, enquanto ele luta para se adaptar ao ambiente de trabalho em um hospital de prestígio. O programa tem sido elogiado por sua representação de personagens com autismo e por abordar questões de inclusão e diversidade.

Shaun tem uma mente brilhante e uma capacidade excepcional de diagnosticar doenças, mas também enfrenta muitos desafios devido às suas diferenças sociais e emocionais. A série mostra como o jovem médico supera os obstáculos e prova seu valor no hospital, demonstrando que as pessoas com autismo podem ter um impacto positivo no mundo.

Continua após a publicidade..

Só que uma pergunta que muitos fãs continuam a se fazer é: a história do Bom Doutor tem raízes na realidade? Este artigo pretende responder a essa pergunta e explorar a possibilidade de The Good Doctor ser baseada em fatos reais.

Quem é Shaun Murphy?

O personagem central da série, Dr. Shaun Murphy, é um jovem cirurgião com autismo e síndrome do sábio. Suas habilidades médicas extraordinárias são contrastadas com suas dificuldades de sociabilização, criando um personagem complexo e cativante.

Freddie Highmore, o ator britânico mais conhecido por seu papel como o peculiar e talentoso The Good Doctor, tem um processo criativo interessante que os espectadores talvez não conheçam. Na verdade, sua jornada para se tornar o adorável e socialmente desajeitado cirurgião é tão cômica quanto fascinante.

Para começar, é importante saber que Highmore não é um médico de verdade. Chocante, eu sei! Todos os jargões médicos sofisticados que ele usa no seriado, como “pressão intracraniana”, são apenas palavras de um roteiro desenvolvido para ele. Há rumores de que, às vezes, ele fala algo como “esfigmomanômetro” em jantares, só para manter a prática. Ainda bem que ele estuda rápido!

Ao se preparar para o papel, Highmore supostamente passou horas assistindo a vídeos de cirurgias e procedimentos médicos no YouTube. Você pode imaginá-lo, sentado, vestindo uniforme e segurando uma tigela de pipoca como se fosse um coração pronto para o transplante?

É claro que atuar não se trata apenas de recitar falas ou imitar ações. Trata-se de entrar no espaço mental do personagem. Para Highmore, isso significa entender como um indivíduo com autismo e síndrome de Savant percebe e interage com o mundo. Portanto, além de seus cursos intensivos de medicina no YouTube, Highmore também trabalhou com consultores de autismo para garantir um desempenho autêntico.

Um dos aspectos mais divertidos da interpretação do Dr. Murphy é seu estilo único de comunicação – aquele padrão de fala lento e deliberado e a maneira como ele sempre parece perplexo com as interações sociais. Na realidade, diz-se que Highmore é bastante charmoso e extrovertido, o que significa que ele precisa reduzir seu carisma para interpretar o papel.

O processo criativo de Freddie Highmore para dar vida ao Dr. Shaun Murphy em The Good Doctor é tão divertido quanto impressionante. Desde o aprendizado de terminologias médicas que soam como linguagem alienígena até o aperfeiçoamento da arte da expressão contida, a transformação de Highmore no personagem é realmente única aos olhos do público.

É inspirada em uma história real?

Infelizmente, The Good Doctor não é baseada em uma história real. Embora a série seja altamente elogiada por sua precisão médica e abordagem realista, a história em si é ficcional. No entanto, ela  é uma representação autêntica do mundo da medicina, abordando questões éticas e morais complexas que os médicos enfrentam na vida real.

O Dr. Shaun Murphy é fictício, assim como a maioria dos personagens da série. Mesmo assim a trama aborda questões reais que afetam pessoas com autismo e síndrome de Savant, e muitos espectadores elogiaram a representação precisa dessas condições na tela.

Os roteiristas trabalham em estreita colaboração com consultores médicos para garantir que as condições médicas e os procedimentos retratados na série sejam precisos e realistas. Além disso, a série aborda questões éticas e morais complexas que os médicos enfrentam na vida real, tornando-a uma representação autêntica do mundo da medicina.

Will Yun Lee diz que The Good Doctor o ajudou a superar a doença do filho

Organize sua maratona com o nosso Planner!

Pop Séries

A equipe do Pop Séries! reúne as principais notícias e novidades das séries de TV.