Skip to main content

Conheça os assassinos mais famosos da ficção

Dr. Hannibal Lecter, Norman Bates, Joe Carroll e Dexter Morgan. A audiência da televisão americana nunca dependeu tanto, como agora, das artimanhas de serial killers cruéis e impiedosos. As emissoras investiram em séries policiais eletrizantes e reviveram dois psicopatas de sucesso dos cinemas.

Conheça, a seguir, alguns dos assassinos mais implacáveis da TV!

Bates Motel

Alfred Hitchcock é considerado o mestre dos filmes de suspense americano. O filme Psicose, lançado em 1960, é uma referencia na história do cinema de terror. Quem não se lembra da famosa cena do chuveiro, em que a protagonista Marion Crane (Janet Leigh) é assassinada a facadas?

O assassino Norman Bates ficou conhecido mundialmente por sua crueldade e por amor incondicional pela mãe. É neste contexto que os autores Carlton Cuse, Kerry Ehrin e Anthony Cipriano decidiram escrever a série Bates Motel e recriar a adolescência do rapaz.

Apesar de ser contextualizada nos dias atuais, a série mostra como Norman Bates se transformou em um assassino impiedoso. Freddie Highmore interpreta um garoto ingênuo e totalmente manipulado pela mãe, Norma Bates (Vera Farmiga), que mostra-se como a grande responsável pelo comportamento psicopata de seu herdeiro.

No primeiro episódio, após ser abusada sexualmente, ela mata o antigo dono do hotel a facadas. Dissimulada, a matriarca pede ao filho que a ajude passar ilesa pelo crime. “Ela enlouquece como qualquer mãe às vezes. É um retrato muito típico da maternidade, de suas vitórias e derrotas. Ela nem sempre toma as decisões certas. Ambos tem um cordão umbilical muito enrolado e a audiência irá perceber o quanto essa relação é prejudicial para Norman”, afirmou Vera Farmiga ao TVLine.

Dahmer

Lançado em 2002, a minissérie é uma representação dramática da vida de Jeffrey Dahmer (interpretado por Evan Peters), um mais conhecidos serial killers americanos. Ele retrata a história de Dahmer, desde sua adolescência perturbada até seus crimes chocantes e seu julgamento.

Dahmer: Um Canibal Americano é uma exploração sombria e perturbadora da mente do assassino, abordando suas motivações e os horrores que ele cometeu.

Leia mais:   The Acolyte: trailer da série do universo 'Star Wars'

Os assassinatos foram cometidos em Bath Township, Ohio, West Allis, Wisconsin e Milwaukee, Wisconsin, entre 1978 e 1991. A série retrata casos em que Dahmer quase foi capturado até sua condenação e morte final. Também explora como a incompetência e a apatia da polícia contribuíram para permitir os seus crimes.

Dexter

Dexter Morgan foi o primeiro a ganhar a notoriedade na TV. Dexter teve sua primeira temporada exibida em 2006. Um serial killer que trabalha no departamento de polícia de Miami e foi orientado por seu pai a matar somente pessoas ruins e violentas. O roteiro do primeiro ano da atração foi baseado no livro Darkly Dreaming Dexter, de Jeff Lindsay, o primeiro de sua série de romances sobre Dexter. As demais temporadas apresentaram diferença em relação a obras posteriores.

Comportando-se como um anti-herói, Dexter (Michael C. Hall) sempre foi capaz de manter a fama de bom amigo e vizinho prestativo, além de conseguir cultivar o carinho de colegas de trabalho e de sua meia irmã Debra (Jennifer Carpenter). Em sua oitava e última temporada, o público conheceu o lado mais humano do psicopata. Deb foi cúmplice de seu segredo e a relação entre os dois personagens ficou estremecida.

Em 2021, a série ganhou uma continuação em revival. Na trama, o público descobre que Dexter está vivo e morando em uma cidade pequena chamada Iron Lake, no estado de New York. Ele está trabalhando em uma loja de produtos de pesca, cercado por facas, machados e armas.

Hannibal

Dr. Hannibal Lecter talvez ainda seja o psicopata canibal mais famoso do cinema mundial. O ator Anthony Hopkins interpretou o personagem em três filmes de grande sucesso de bilheteria. O autor Bryan Fuller desenvolveu para a emissora NBC o seriado Hannibal seriado em que Lecter é o protagonista. A atração é baseada nos personagens do filme Dragão Vermelho, de Thomas Harris.

O roteiro é desenvolvido através da relação de amizade entre Hannibal Lecter e o investigador do FBI Will Graham. O profissional tem uma capacidade única de entender a mente dos psicopatas e desvendar crimes rapidamente. Dr. Lecter é contratado pela polícia para ajudá-lo com seu dom e Will acaba desenvolvendo uma parceria com seu pior inimigo. No primeiro episódio, Hannibal cozinha os pulmões humanos e serve a carne com ovos para o companheiro no café da manhã. Will, por sua vez, elogia o prato.

Leia mais:   A Casa do Dragão: quando estreia a 2ª temporada?

A atração, que estreou em abril, conta com 13 episódios e atingiu a marca de 4.3 milhões de espectadores em seu primeiro capítulo.

hannibal

Série Hannibal

Kiling Eve

A série de suspense foi lançada em 2018 e criada por Phoebe Waller-Bridge. A história gira em torno de duas mulheres extremamente talentosas e inteligentes: Eve Polastri, uma agente de inteligência britânica, e Villanelle, uma assassina de classe alta.

Eve Polastri é uma agente de segurança que se sente insatisfeita com sua vida monótona e entediante. Ela se torna obcecada por capturar uma assassina em série que está espalhando caos pelo mundo, conhecida apenas como Villanelle. Eve é recrutada por uma unidade secreta do governo britânico, especialista em rastrear e capturar serial killers.

Villanelle, por sua vez, é uma assassina habilidosa e impiedosa que desfruta dos jogos mentais. Ela se diverte provocando Eve e deixando pistas que a levam cada vez mais perto dela. À medida que a série se desenrola, as vidas de Eve e Villanelle se tornam cada vez mais entrelaçadas, criando uma relação de atração e obsessão mútua.

A série apresenta reviravoltas emocionantes e imprevisíveis, com momentos de humor negro e tensão constante. Enquanto Eve tenta desvendar os mistérios em torno de Villanelle, ela também começa a questionar sua própria moralidade e a linha tênue que separa o bem do mal.

Sandra Oh ganhou um Emmy por sua atuação como Eve Polastri.

The Fall

O programa, lançado em 2013, é um drama policial e psicológico que acompanha a caçada a um assassino em série e explora os efeitos dessa busca na vida dos protagonistas.

A série é ambientada em Belfast, na Irlanda do Norte, e segue dois personagens principais. O primeiro é a detetive superintendente Stella Gibson, interpretada por Gillian Anderson. Ela é uma policial altamente competente e determinada, que lidera uma investigação sobre uma série de assassinatos brutais de mulheres.

Leia mais:   Doctor Who: Ncuti Gatwa estreia em novo trailer

O segundo personagem é Paul Spector, interpretado por Jamie Dornan. Ele é um terapeuta familiar respeitado e aparentemente com uma vida normal, mas também é o assassino responsável pelos crimes que estão sendo investigados. A série acompanha a vida dupla de Spector, alternando entre sua vida doméstica e seus atos violentos.

À medida que a investigação avança, Stella Gibson se aproxima cada vez mais de Paul Spector, enquanto ele se envolve em um jogo psicológico com a detetive. A série examina as motivações e as complexidades dos dois personagens, bem como o impacto emocional que a caçada ao assassino tem sobre eles.

The Following

The Following foi a grande surpresa da televisão americana no primeiro semestre de 2013. Baseado na literatura de suspense do poeta romântico Edgar Allan Poe, o seriado conta a história da perseguição entre o policial Ryan Hary (Kevin Bacon) e do psicopata e professor de literatura Joe Carroll (James Purefoy).

O autor Kevin Williamson partiu da premissa que segundo dados reais do FBI existem cerca de 300 serial killers espalhados pelos Estados Unidos. A ideia de Carroll foi reunir todos esses assassinos em uma espécie de comunidade. Com muita sedução, o líder conseguiu que seus seguidores encontrassem um grupo onde seus crimes e comportamentos fossem aceitos.

Para a preparação do personagem, o ator James Purefoy criou uma biografia do personagem, que afirma ser muito longa e densa. Além disso, ficou confinado dentro de uma quarto de hotel durante 18 horas assistindo à filmes e vídeos na internet sobre casos reais de psicopatia. O envolvimento foi tão intenso que, durante semanas, Purefoy fez sua corrida matinal ao som da voz de Ted Bundy – um dos assassinos americanos mais violentos que morreu na cadeira elétrica em 1989.

Organize sua maratona com o nosso Planner!