Skip to main content

Série apocalíptica é baseada em jogo

Foi em meio a monstros, ação, aventuras e perigos de um surto apocalíptico que Pedro Pascal e Bella Ramsey prenderam a atenção e cativaram um amplo público na adaptação de The Last of Us, série lançada em janeiro de 2023 pela HBO Max.

A trama é baseada em uma franquia de jogos de ação voltados para o PlayStation que virou febre assim que estreou no console. A história acompanha um homem duro e marcado pelo sofrimento chamado Joel (Pedro Pascal) e uma adolescente curiosa e cheia de vida chamada Ellie (Bella Ramsey).

Quando Joel recebe a difícil e complicada missão de escoltar Ellie através do país, os dois são colocados diante de perigos iminentes, monstros e circunstâncias cheias de brutalidade típicas de um cenário apocalíptico.

Continua após a publicidade..

Com o sucesso estrondoso que alcançou assim que foi divulgada, a série logo foi renovada para uma segunda temporada. Como Hollywood passou por uma recente greve de roteiristas, a produção de The Last of Us teve que ser adiada, consequentemente deixando os fãs ainda mais ansiosos.

O que esperar da segunda temporada?

Para aqueles que estão familiarizados com o jogo, a adaptação de The Last of Us manteve-se bastante fiel aos acontecimentos do videogame. E para aqueles que conheceram a história através da série, alguns detalhes da franquia podem ser fundamentais para entender os próximos passos da produção.

O último capítulo acabou com um tom angustiante e agridoce quando Ellie pergunta a Joel sobre os recentes acontecimentos e o faz prometer que ele não mentiu para ela sobre o fato de haver outras pessoas que, assim como a garota, também são imunes ao fungo Cordyceps. Ela também quer ter certeza que os médicos apenas a dispensaram porque não precisavam dela.

Leia mais:   Pedro Pascal: séries e filmes do papi da internet!

Joel mente com convicção e os dois voltam para Jackson, em Wyoming, onde pretendem construir uma nova vida ao lado de Tommy, irmão do protagonista. Porém, a mentira e os recentes atos de Joel vão perseguir e encontrar os dois mais cedo do que ele imagina.

A história promete dar um salto temporal entre o momento que foi visto na cena final e os acontecimentos da segunda temporada. Além disso, é válido adiantar que um violento e impiedoso ataque dá início à sequência de problemas e aventuras.

A segunda parte do jogo de The Last of Us tem um tom muito mais sombrio que a primeira e os showrunners Craig Mazin e Neil Druckmann já afirmaram que a nova temporada da série pretende honrar essa característica. Ainda sem spoilers mais explícitos, daremos de cara com Joel e Ellie cinco anos mais velhos que da última vez que os vimos.

Elenco e personagens

Uma das principais mudanças da segunda temporada de The Last of Us será a introdução de novos personagens que terão uma importância crucial no desenrolar do enredo.

Trazendo uma análise comparativa do jogo, a segunda parte no videogame trouxe a adição de outros personagens jogáveis além de Joel e Ellie, o que permitiu que os jogadores pudessem ter novas e diferentes perspectivas das que tinham até então.

Na série, essas múltiplas histórias foram adicionadas logo desde o início com a apresentação de Bill (Nick Offerman), Frank (Murray Bartlett), Henry (Lamar Johnson) e Sam (Keivonn Woodard). Com o telespectador já treinado para acompanhar esse tipo de abordagem, a introdução de novos rostos se dará de forma semelhante.

Leia mais:   The Good Doctor: Antonia Thomas participa da última temporada

Embora o público tenha se apegado a alguns nomes da primeira parte de The Last of Us, a maioria deles tiveram uma morte precoce, o que reduz a possibilidade de que apareçam novamente em algum enredo, além de flashbacks.

A narrativa de The Last of Us

Com uma adaptação pontual e precisa, salvo as liberdades criativas que são comuns nesse tipo de projeto, o primeiro jogo de The Last of Us foi muito bem explorado e resumido ao longo dos nove episódios que estão disponíveis no catálogo da HBO Max.

A sequência dele, porém, tem aproximadamente o dobro do tempo de duração, material que poderia ser explorado facilmente por mais duas temporadas. De acordo com a Rolling Stone, os produtores declararam que não pretendem inventar histórias fora do jogo, o que nos deixa na expectativa da confirmação de uma terceira parte da série.

A curiosidade para assistir aos novos episódios aumenta ao pensar na narrativa, que segue uma abordagem novelística e com histórias extensas, além de serem contadas por diferentes perspectivas que são sobrepostas umas às outras.

Esse formato mais complicado, somado ao conteúdo extenso de histórias, abre um leque de infindas possibilidades e de fórmulas que os produtores podem adotar para a nova etapa da série. Os co-criadores adiantaram que embora mantenha o núcleo central fiel, a trama “será algo próprio. Não será exatamente como o jogo”.

Leia mais:   A Casa do Dragão: quando estreia a 2ª temporada?

Novas formas de infectados

O tema central de The Last of Us gira em torno dos infectados, que na primeira temporada foram vistos apenas algumas vezes e com bastante restrição. Embora poucos monstros tenham sido mostrados, outros prometem encher as telas em breve.

Duramente criticado por alguns fãs na época de seu lançamento, a série apresentou uma onda de novos tipos de infectados, a exemplo dos que são chamados de Stalkers, que são mais ágeis, furtivos e bem mais silenciosos do que os que conhecemos na primeira temporada, trazendo um perigo maior para os humanos.

Como já foi adiantado, a segunda parte traz um tom mais sombrio, porém vai além disso. Sabendo que a trama vai honrar muitos aspectos do jogo, o público pode esperar ver um conteúdo digno de produções de horror, daqueles bizarros.

Além disso, os monstros apocalípticos não são as únicas ameaças que Joel e Ellie precisam enfrentar. O retorno da FEDRA promete ser intenso, assim como os já conhecidos grupos de invasores, de milícias e de rebeldes. Além disso, novas facções serão responsáveis por trazer uma nova perspectiva social.

Quando a temporada será lançada?

A greve dos roteiristas que aconteceu nos últimos meses em Hollywood foi responsável pelo atraso da produção, que agora ficou marcada para 2025.

Sucesso absoluto de público e de crítica, a primeira temporada recebeu 24 indicações ao Emmy, incluindo categorias de peso como série dramática, melhor ator para Pedro Pascal e melhor atriz para Bella Ramsey.

the last of us

Joel (Pedro Pascal) e Ellie (Bella Ramsey)

Organize sua maratona com o nosso Planner!